A história dos ônibus em João Pessoa – Anos 2000

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: Kristofer Oliveira
Fotos: Acervo Paraíba Bus Team

Encerrando a série das postagens históricas dos
ônibus em João Pessoa, esta última postagem abordará do ano 2000 até 2011.

Esta não é a ultima postagem de resgate da frota
pessoense ou paraibana, pois ainda tem muito material para ser divulgado no seu
devido tempo. Alguma coisa para ser exposto de maneira correta e coerente,
inserindo um contexto aos fatos abordados para não postar uma imagem antiga
apenas por postar, faz-se necessário pesquisar a conjuntura social, histórica e
geográfica na qual a temática proposta se encaixa, ou seja, compreender a
estrutura social da época. 


As empresas
A década começa com sete empresas na ativa:
* São Jorge – operando as linhas:

104 – Bairro das Indústrias
108 – Alto do Mateus
110 – Jardim Planalto
115 – Distrito Industrial
502 – Geisel
701 – Alto do Mateus
1001 – Bairro das Industrias / Mandacaru via
Manaíra Shopping
P-003 – Bairro das Indústrias – Praia / P-004 –Alto do Mateus – Praia (linhas de domingo e feriados no verão, além de eventos de
grande porte na orla)
* Boa Vista – operando as linhas:

107 – José Américo / Geisel

118 Mangabeira/Valentina

119 Valentina

120 – Valentina
2300 – Circular
519 – Valentina
I004 – Praia do Sol / Barra de Gramame
I008 – Paratibe / Muçu Magro
I009 – Boa Esperança
* Mandacaruense – operando as linhas:

503 – Padre Zé / 13 de Maio
504 – Mandacaru
505 – Bairro dos Ipês
506 – Bairro dos Estados
602 – Ilha do Bispo / Mandacaru via Manaíra
Shopping
1001 – Bairro das Indústrias / Mandacaru Via
Shopping
* Boa Viagem – operando as linhas:

103 – Toália
105 – Cidade dos Funcionários
113 – Gramame
116 – Colinas do Sul / Engenho Velho
5110 – Circular
* Transnacional – operando as linhas:

002 – Róger
201 – Ceasa
202 – Geisel
203 – Mangabeira
204 – Cristo
207 – Penha
208 – Cristo via Vale das Palmeiras
2514 – Mangabeira
2515 – Mangabeira
301 – Mangabeira
303 – Mangabeira
304 – Castelo Branco
305 – Mangabeira
3200 – Circular
3510 – Bancários
510 – Tambaú
511 – Tambaú via Manaíra Shopping
513 – Tambaú / Bessa
514 – Mangabeira
517 – Castelo Branco
1500 – Circular
5100   Circular
5206 – Mangabeira
5310 – Bancários
601 – Bessa
603 – Bessa
I006 – Integração Bancários / Shopping Sul
P-008 Mangabeira – Praia
* Reunidas – operando as linhas:

101 – Grotão
102 – Esplanada / Costa e Silva
109 – Rua do Rio
114 – Grotão via Funcionários IV
1510 – Circular
3507 – Cidade Verde
402 – Torre
521 – Tambaú
5307 – Cidade Verde
5600 – Mangabeira Shopping
5605 – Mangabeira Shopping (exclusiva de opcional)
* Marcos da Silva – operando as linhas:

003 – Jaguaribe
401 – Altiplano
507 – Cabo Branco
508 – Penha
509 – João Agripino
512 – Bairros São José
520 – Altiplano
I007 – Penha / Cabo Branco
P-002 – Cabo Branco
Nessa década, seguindo as tendências das
anteriores, mais empresas foram extintas e algumas mudanças aconteceram. Após
completar uma década no sistema de transporte pessoense, a Boa Vista começa a
dar sinal de que não vai bem, não apenas por ter bastante reclamação no bairro
do Valentina, mais ao perder a concessão da linha 107 para a Reunidas. E sua
história chegou ao fim de vez em setembro de 2002, quando a São Jorge adquiriu
a empresa e herdou todas as linhas, entrando no cobiçado bairro do Valentina que
estava em plena expansão mediante especulação imobiliária. A mudança da
identidade dos ônibus que chegou a utilizar da Boa Vista foi feita
gradativamente, pois no início de 2003 ainda a identidade da Boa Vista se fazia
presente com poucos exemplares.
A São Jorge que até então era uma empresa pequena e
organizada, com uma média da idade da frota dentro dos padrões previstos e com
ônibus novos espalhados por todas as linhas, além da satisfação dos usuários,
sofreu uma fase ruim após praticamente triplicar-se em curto espaço de tempo.
Para suprir a demanda das linhas herdadas da Boa Vista, chegou a ter Engerauto
e Volks e outros oriundos da Boa Vista na sua frota, além de trazer Torino GV
usados da empresa-irmã Nacional. Conseqüentemente, a qualidade da frota caiu
eos ônibus quebrados nas ruas foram constantes. Pior para os usuários do Bairro
das Indústrias, Jardim Planalto e Alto do Mateus, pois os ônibus mais novos
dessas linhas foram transferidos para as linhas do Valentina. E para agravar a
situação, em 2003 os Volks (que estavam novos, mas como o Grupo A Candido ñ
trabalha com esse chassi…) e outros da Boa Vista foram substituídos por
micros. No horário de pico era desumano andar na 108, 110 e 115, por exemplo.
No mesmo ano, a São Jorge trouxe 10 Apache Vip zeros, que foram rodar nas
linhas do Valentina, e dois apareceram na linha 1001. Ao decorrer da década, os
ônibus mais problemáticos foram substituídos por zeros, e entre as chegadas, os
trucados tiveram destaque. A partir de meados de 2007 vieram bastante Viale e
Apache Vip ex RJ.
Outra empresa pequena e organizada que passou por
grandes mudanças foi a Boa Viagem. Após 2002 ter investido em oito Viale zeros,
o que representava cerca de 1/3 da sua frota, a empresa por alguma razão fica
estagnada. Ela só passaria a contar com ônibus zero após quatro anos, em 2006,
com apenas uma unidade, mas ñ mais na mesma administração. Entre 2005 e
dezembro de 2009, fica sob domínio dos grupos CG & Penha Rio e TAU, sendo
controladas por ambas em determinados períodos.

No ano seguinte, após a falência da Guarabirense, a BV que já
atuava nas cidades do Conde, Pitimbu e Alhandra, assume as linhas do brejo
dessa extinta empresa. Em 2007, acontece o maior investimento que a BV teve sob
controle carioca, com a aquisição de 6 Spectrum Road para a frota
intermunicipal e 4 Spectrum City para a municipal, e no ano seguinte, com cinco
Torino 2007. Em dezembro de 2009, é vendida para o Grupo A Cândido, que há
certo tempo já cobiçava a empresa. A empresa estava um caos após péssima administração,
com uma frota sucateada devido à falta de manutenção correta e investimento,
pois frequentemente os ônibus quebravam nas ruas, em certos momentos nem ônibus
reserva tinha e as reclamações e insatisfação dos usuários eram constantes.
Para reverter o quadro caótico da empresa, o Grupo A Cândido inicialmente
trouxe quatro Apache Vip II com a nova identidade da empresa inspirada na Atar
Locações (empresa norte riograndense do grupo) e aos poucos foi fazendo mudanças
na frota, trazendo alguns ônibus da Transnacional e Reunidas e após investimento
na frota, assumindo algumas linhas da Reunidas. Em Agosto de 2010, o nome Boa
Viagem é substituído por Santa Maria. E em outubro do mesmo ano, passa a contar
com uma nova garagem, ocupando o antigo pátio da Unidas.

Ônibus
Se nos anos 70 e 80 a Caio reinava (pudera…com
uma fábrica pertinho em Pernambuco), nesse novo século é a vez do reinado da Marcopolo e
Mercedes-Benz. Até nos anos 90, em que houve uma grande diversidade, o
destaque dela foi grande com as versões do Torino 1989, GV e 1999, tendo os
três permanecidos simultaneamente na frota pessoense no início do século, assim
como parte da grande diversidade remanescente dos anos 90.

O Viale foi o modelo em que as empresas mais
adquiriram em quantidade no geral e em diferentes configurações, dando ao
título de João Pessoa de “capital do Viale”. Todas as empresas adquiriram.

Outro fator marcante foi a aquisição de ônibus
usados de outros estados, sendo um grande negócio para renovar a frota.

Abaixo, os principais modelos presentes por
empresas:
São Jorge:

* Busscar Urbanuss (MBB OF-1721)
* Busscar Micruss
* Caio Apache Vip (MBB
OF-1417, OF-1721 / OF-1418 e OF-1722 – ex RJ)
* Marcopolo Viale (MBB OF-1721 e OF-1722 –
tanto zero como ex RJ)
* Marcopolo Torino GV (OF-1620 e OF-1721)
* Marcopolo Torino 1999 (MBB OF-1721)
* Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722 – tanto zero
como ex RJ)
* Marcopolo Senior 2000 (MBB LO-914 – EX CE)
* Marcopolo Senior Midi (MBB
OF-1418)
* Neobus Thunder+ (MBB LO-914)

Mandacaruense:


* Busscar Urbanuss Pluss(MBB OF-1722)
* Busscar Urbanuss (MBB OF-1721 e VW 16-210 CO)
* Caio
Apache Vip (MBB OF-1721 e VW 17-210 OD)
* Caio
Apache S21 (MBB OF-1721 – tanto zero como ex PE)
* Neobus Mega 2004 (VW 17-210 OD)
* Neobus Mega 2006 (MBB OF-1722 e VW 17-230 EOD)
* Neobus Thunder Boy
* Neobus Thunder Way (VW 8-150 EOD)
*
Marcopolo Torino GV (OF-1620)
*
Marcopolo Torino 1999 (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Viale (MBB OF-1722 e OF-1417 – tanto zero como ex RJ)
*
Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722)

Boa
Viagem / Santa Maria:

* Busscar Urbanuss (MBB OF-1721 ex PE)
* Neobus Mega 2006 (MBB OF-1721)
* Neobus Spectrum City (MBB OF-1418)
* Marcopolo Viale (MBB  OF-1721, OF-1722 e OF-1417 – ex RJ)
*
Marcopolo Torino GV (MBB  OF-1620 e OF-1721)
*
Marcopolo Torino 1999 (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722 – tanto zero como ex RJ)
* Caio Apache Vip II (MBB OF-1722)

Transnacional:

* Busscar
Urbanuss Pluss (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Torino GV (MBB OF-1620 e OF-1721)
* Marcopolo
Torino 1999 (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722)
*
Marcopolo Viale (MBB OF-1722 e OF-1721 – tanto zero como ex RJ)
*
Marcopolo Senior Midi (MBB OF-1418)
*
Marcopolo Senior 2000 (MBB LO-812 e LO-914 – ex RJ)

Reunidas:


* Busscar
Urbanuss Pluss (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Torino GV (MBB OF-1620 e OF-1721)
*
Marcopolo Torino 1999 (MBB OF-1721)
*
Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722)
*
Marcopolo Viale (MBB OF-1722 e OF-1721 – tanto zero como ex RJ)
*
Marcopolo Senior Midi (MBB OF-1418)
*
Marcopolo Senior 2000 (MBB LO-812 e LO-914 – exRJ)
* Caio
Apache Vip II (MBBOF-1722)

Marcos da
Silva:

* Busscar
Urbanuss Pluss (MBB OF-1721, OF-1722 e VW16-210 CO – EX PE)
*
Marcopolo Torino GV (MBB OF-1620 e OF-1721)
*
Marcopolo Torino 1999 (MBB OF-1721 – EX RJ)
*
Marcopolo Torino 2007 (MBB OF-1722)
*
Marcopolo Viale (MBB OF-1721 e VW 17-210 OD)
* Neobus
Mega (MBB OF-1620)
* Neobus
Mega 2006 (MBB OF-1722 – tanto zero como ex RJ)
* Caio
Apache Vip (MBB OF-1722 – ex RJ)
* Comil
Svelto 2000 (VW 17-210 OD)
* Comil
Bello ( VW 8-150)

Tivemos e temos, até então, uma forte padronização da frota
nas empresas, sendo justificado por facilidade em comprar em grande escala
peças de reposição, evitando maiores custos para manter a frota. Esse início de
século também foi marcante com a reintrodução de ônibus de menores portes na
frota pessoense, justificado pela baixa demanda em algumas linhas e para operar
no serviço opcional, além de serem mais acessíveis em alguns itinerários
complicados.

A partir
de 2006, os Midibus chegam a João Pessoa,com o Senior Midi da Marcopolo para
substituir alguns Senior 2000 no sistema opcional, trazidos pela Transnacional.
Três desses ônibus era um pseudo-opcional, pois de opcional só tinha a
plotagem. A São Jorge no mesmo ano adquire dois desse modelo para o sistema
regular. Em 2007, outro modelo da mesma categoria é introduzido pela Boa
Viagem, o Spectrum City da Neobus, tendo o posto de cobrador, coisa inédita até
então nos midibus de João Pessoa.
Se por um
lado algumas linhas contavam com ônibus de menor porte, outras tiveram uma
crescente demanda. A solução foi trazer os chamados trucados, ônibus de maior
porte com dois eixos na parte traseira. A Transnacional, Reunidas e São Jorge
foram as primeiras e as únicas empresas até hoje a contar com esse tipo de
ônibus, com o Viale OF-1721 e OF-1722 em anos posteriores, e introduzidos nas
linhas de maiores demandas.

Em 2010, a Reunidas trouxe o Torino 2007 trucado e em 2011
foi a vez da São Jorge.

Em 2010, mais uma novidade chegou a João Pessoa,com os três
primeiros articulados da cidade trazidos pela Transnacional com duas unidades e
a Reunidas com uma, tendo grande aceitação e admiração dos usuários. E o modelo
não poderia ter sido outro…o Viale. Apesar de alguns itens desse tipo de
ônibus ir de encontro com a NBR 15570, eles são indispensáveis mediante a
grande demanda nas linhas que estão presentes.

Entre as características dos ônibus, a acessibilidade foi um
grande diferencial, tanto com a introdução do elevador para cadeirantes, como
também o retorno dos ônibus de três portas facilitando o embarque/desembarque
nos terminais de integração. Outro item a se destacar foi a aquisição de ônibus
com o itinerário eletrônico em substituição as lonas, tanto na frontal como na
lateral. Porém, esses três itens tiveram uma maior freqüência a partir de 2009,
não significando que todas as empresas trouxeram ônibus com todos esses itens.
Nos ônibus mais novos da Transnacional e Reunidas, em 2010, foram instaladas TV’s
de LCD com a programação da TV Bus Mídia, com conteúdos da programação da Rede
Globo e TV Cabo Branco. A Mandacaruense, antes da Transnacional e Reunidas
disponibilizarem esse serviço, passou um tempo com essas tv’s de LCD em alguns ônibus
por conta própria, mas desativou o serviço.

No fim de 2008, a Marcos da Silva e a Boa Viagem testaram por
alguns dias o chassi VW 15-190 EOD no modelo Svelto 2000, mas não aprovaram.

Saindo do
sistema de transporte regular, João Pessoa teve e ainda tem alguns serviços de
caráter social. 
Durante
cerca de cinco anos, João Pessoa contou com um serviço gratuito do Bus
Shopping. A Transnacional, em parceria com o Manaíra Shopping, disponibilizava
na Lagoa, em um terminal construído para esse fim em frente a C&A, um
ônibus com destino ao maior shopping pessoense. Ele era útil para os usuários
que moravam em bairros que não tinham linhas de ônibus para esse shopping, e
teria que pagar duas passagens se quisesse ir a este local. O serviço foi
desativado em 2004 após o Terminal de Integração do Varadouro ser construído.

Bus Shopping, o 07221 da Transnacional
O Grupo A Cândido disponibiliza ônibus para alguns projetos
que fazem parte do seu programa de responsabilidade social. O Ônibus da Melhor
Idade é um deles, que tem por finalidade transportar idosos para diversos
eventos correspondentes a essa fase da vida. Antes a Transnacional
disponibilizava qualquer ônibus da frota para realizar o transporte, mas em
2008 investiu em um ônibus exclusivo identificado através de uma plotagem
especial e possui poltronas acolchoadas semi reclináveis e tv.

Em 2010, renovaram o ônibus do projeto mantendo todas as
características e venderam o anterior.

Antigo 0833 da Reunidas, transformado no Ônibus da Melhor Idade
Em 2009, o projeto Ônibus Legal, desenvolvido pela STTrans e
apoiado pela Transnacional e Reunidas, passa a existir, tendo por objetivo a
educação para o trânsito, sendo o público-alvo os estudantes de escolas
públicas municipais e estaduais.

Apresentação do Ônibus Legal na entrega da frota em abril de 2009. Antigo 0828 da Reunidas pessoense e natalense.
Linhas

Nos últimos anos, com a expansão pessoense e a
mudança da dinâmica da cidade em determinadas regiões, algumas linhas sofreram
modificações no seu itinerário, mudaram de empresas, se fundiram ou outras
foram extintas e ressuscitadas. Confiram abaixo as mudanças por empresas:
São Jorge:

* As linhas A502 (mesmo trajeto da atual 1502)
e B502 (Bairro das Indústrias – Geisel) são criadas após reivindicação dos
moradores desses bairros para facilitação do acesso a Ep Pessoa e UFPB;
* As linhas P-003 e P-004 foram extintas, assim
como as A502 e B502 em 2005 após o Terminal de Integração do Varadouro ser
inaugurado;
* Em 2006, as linhas 519 e 120 se fundiram,
tornando-se as semicirculares 1519 e 5120. Também, a linha 118 via Paratibe e
Via Muçu Magro foi reativada. Com isso a integracional I008 – Paratibe / Muçu
Magro foi extinta;
* A linha 2300 tem seu terminal transferido para
junto da 1519/5120. Antes era no TIV junto das linhas integracionais;
* Em meados de 2009, a linha 519 foi ressuscitada
partindo nos horários de pico do loteamento Parque do Sol. Em 2011, a linha
120é reativada passando por vários loteamentos do Valentina, com o nome de
Valentina, levando a mais uma desativação da linha 519;
* As integracionais da São Jorge sofreram mudanças
ao longo da década, apenas a I004 foi a exceção. A linha I012, integracional do
Bairro das Indústrias no loteamento Cidade Verde (não é a de Mangabeira) foi
criada. A I008 foi reativada em 2006 para atender os estudantes da faculdade
FACENE no Valentina. A I010 foi criada no Valentina para atender o Parque
doSol. Depois, a I010 e I008 se fundiram ficando como I010 FACENE/PARQUE DO
SOL. Mais uma vez a I008 é extinta e pouco tempo depois ressuscitada em outra
integracional, a Valentina / Mangabeira, que depois foi modificada para Muçu
Magro / Nova Mangabeira, interligando o Paratibe, Muçu Magro e Nova Mangabeira
aos terminais da 2300/5120/1519, 301/5600/5206 e 2514, além da 118. Após isso,
a linha I010 absorveu o percurso da linha I008 formando uma grande fusão
integracional, contando com quatro ônibus. E mais uma vez a I008 é desativada. 

* A integracional I009 – Boa Esperança tem seu
trajeto estendido até uma parte do Colinas do Sul II em meados de 2008~2009
causando um grande problema com a Boa Viagem, que reclamava alegando a invasão
da empresa em seu território de atuação. Ambas entraram em acordo após
concordarem com o rodízio de operação que era a cada três meses, mas em nova
negociação, ficou resolvido que seria mensalmente. Da mesma forma funciona
atualmente com a Santa Maria;
* Em suma, atualmente de integracional existem a
I004, I009, I010 e I012;
* A parte da frota da linha 110 passou a seguir
para o centro através do Acesso Oeste, que é o corredor 7, e retornando ao
bairro por Cruz das Armas, tornando-se em uma semicircular. Porém, ao invés de
modificarem o código da linha, mantiveram como 110 e colocaram uma plaquinha
indicando o seu percurso;
* E por fim, em agosto de 2008, houve uma fusão das
linhas 108 e 502, ficando como 1502 – Geisel / Alto do Mateus, que foi apenas a
ressuscitarão da linha A502 com nova nomenclatura. A linha 108 não chegou a ser
extinta, passando a funcionar apenas de madrugada no horário conhecido como
tetéu, corujão ou bacurau;
* Atualmente operam as linhas: 104, 108, 110,
115,118, 120, 1502, 1519, 2300, 5120, 701, 1001, I004, I009, I010 e 1012.
Boa Vista

* Não teve mudanças significativas nas linhas.
Apenas perdeu a concessão da linha 107 para Reunidas.
Mandacaruense

* As linhas 516 – Ilha do Bispo e 604 – Ipês via
Ayrton Senna são criadas, sendo esta última operada também pela Transnacional
em curto período de tempo;
* Atualmente opera as linhas: 503, 504, 505,
506,516, 602, 604 e 1001.
Boa Viagem / Santa Maria

* A linha 112 – Conde / Jacumã que é interurbana ,
apesar de usar o código de linha municipal, tem seu prefixo modificado para
5301;
* A linha 103 – Toália é desativada em meados de
2004~2005, sendo ressuscitada pouco mais de três anos após. Pouco tempo depois
que foi reativada, teve o seu nome e itinerário modificados, se estendendo até
Gramame e atendendo o Engenho Velho, ficando como 103 – Gramame;
* Em dezembro de 2008, a linha 501 – Colinas do Sul
é criada, atendendo aos pedidos dos populares desse bairro que é um dos mais
que se expandem na cidade. Já teve o seu trajeto modificado algumas vezes e
atualmente passa pelo Geisel;
* Em 2009, acontece a fusão das linhas 116 com a
501, ficando como semicirculares 1516 e 5116. Foi um fracasso e pouco tempo
depois tudo voltou a ser como antes;
* A I009 passa a ser operada também pela empresa
mensalmente, após acordo com a São Jorge;
* A linha 116 teve seu itinerário modificado
passando pelo Grotão e parte dos Funcionários II, III e IV;
* Após a inauguração do Terminal de Integração do
Colinas do Sul, a linha integracional I01 é criada e passa a ser operada pela
empresa;
* Com alguns meses após gestão do Grupo A Cândido
em 2010, passa a operar as linhas 109 e 1510, que eram da Reunidas;

* No dia 14/05/2011, as linhas 1510 e 5110 tiveram alterações
no seu itinerário, conforme imagem abaixo:

Transnacional

* Em 2003, a linha 207 é extinta e passa a ser
semicircular, com 2307 e 3207. Curiosamente, em 2005~2006, a linha 207 é
reativada, passando a operar em feriados e domingos;
* Em 2004, a linha 5204 é fundada, exclusiva de
opcionais. Com o sucesso da linha e o aumento da demanda, em 2006 a linha tem o
número de ônibus ampliado. No início de 2008, a metade da frota passa a ser de
opcional e a outra parte com convencional. E a partir de 2011, a frota passou a
ser 100% de convencional, contando com um trucado;
* A linha 302 é reativada como Cidade Verde, que
tinha um dos piores trajetos da época. Em meados de 2005~2006, com a extinção
da linha 305, a 302 absorve o seu itinerário e tem a sua frota aumentada;
* Em 2009, a linha 510 teve o seu terminal
modificado do Lucy para o Valparaíso;
* Em meados de 2005, a linha 209 é reativada, como
Cidade Verde;
* O desvio da linha 002 para o Alto Roger, indicado
por uma plaquinha, ganha conotação de linha, passando a ser A002;
* A linha 604 passa ser também operada por curto
período de tempo em 2010; Após deixar de operar, cria a linha A600;
* Nos últimos três anos, a Transnacional tem um
recuo após repassar as concessões de algumas linhas: a 513 para a Reunidas em
dezembro de 2008; No inicio de 2009, entrega a concessão das linhas opcionais
para a Reunidas; em 2010, as linhas 603 e 2515 também são repassadas a
Reunidas; a A600 para a Reunidas em 2011; as A002 e 002 para a Santa Maria em
2011; Em 2011, a linha integracional do Cidade Verde, a I002, retornou a
empresa;

* O terminal das linhas 209, 302, 514 e I002 foi
transferido para uma nova área dentro do Cidade Verde em 2011, estendendo o
percurso;
* Em 2011, a linha 5204 passa a ser exclusiva de
convencional. Em 2004, quando foi fundada, era exclusiva de opcional, e a
partir de 2008, passou a ser mista;
* Atualmente operam as linhas: 201, 202, 203,
204,207, 208, 209, 2514, 2307, 301, 302, 303, 304, 3200, 3207, 3510, 510, 511,
514,517, 1500, 5100, 5206, 5204, 5310, 601, I002, I006 e P-008.

Linhas 201 e 204 em operação
Reunidas

* A linha 5603 é criada em meados de 2001~2002, e em
2004, a linha 5605, que era exclusiva do serviço opcional, passa a ser operada
com convencional, devido a grande demanda da linha;
* Em 2001, a linha 107 que era da Boa Vista passa a
ser operada;
* A A101 sofre bastantes alterações no seu
itinerário nos últimos anos, devido às diversas construções na área do João
Paulo II;
* A linha 521 tem seu terminal transferido
do Valparaíso para o Hiper Bompreço em 2009;
* No fim de 2008, a linha 513 é assumida pela
empresa e em 2010 as linhas 603 e 2515 também; Em 2010, as linhas 109 e 1510
passa a ser operada pela Boa Viagem; E em 2011, a linha I002 retornou para a
Transnacional;
* Em 2009, a linha 101 absorveu a 114 e a 102
a A101, com o terminal de ambas nos Funcionários II. A fusões apenas duraram os
10 primeiros dias de maio;

102 – João Paulo II / Esplanada – durou apenas 10 dias
* Em 2010, o terminal da linha 114 passa a ser no
Colinas do Sul;
* A partir de 2009, a Reunidas assumiu todas as
linhas opcionais, herdando os Senior Midi e os Senior 2000 da Transnacional. A
linha opcionais 510 e 601 passaram a ser 500 e 600, respectivamente;
* Em 2009, a linha 600 tem seu terminal transferido
para mediações do Manaíra Shopping. Após 15 dias, retorna ao seu antigo
terminal;
* A integracional I005 – Colibris é criada e
operada por Senior Midi Climatizado, mas foi um fiasco e a linha extinta em
2011;
* Em 2010, a linha 106 é reativada, após
reivindicação dos moradores de uma parte do Geisel; Com isso, a linha 107 teve
seu trajeto modificado, uma vez que absorvera nos anos 90 o itinerário da 106;
* Em 2011, a linha A600 passa a ser operada pela
Reunidas, exclusiva do serviço opcional, após a linha 5204 passou a ser
exclusiva de convencional;
* Atualmente, a Reunidas operam as linhas: 101,102,
106, 107, 114, 2515, 3507, 402, 513, 521, 5307, 5210, 5600, 5603, 5605,603 e
A101; As opcionais são: 101, 202, 301, 500, 600 e A600.
Marcos da Silva

* O terminal da 507 passa a ser nas proximidades da
Estação Ciência em 2008;
* Em 2009, a linha 507 é dividida entre 507 e B507.
Essa nomenclatura B507 dura pouco, mas na prática ainda funciona, evitando
todos os ônibus subirem a barreira até a Estação Ciência, uma vez que a
grande demanda se concentra na rua da Mata e na Epitácio Pessoa;
* Também em 2009, a linha 508 é fundida com a
520,passando a ser a 528 – Altiplano / Penha. Com isso, um ônibus único da 507
que ia até a Penha, indicando uma placa no para brisa, deixa de existir;

507 via Penha…uma 508 disfarçada

* Atuamente opera as linhas: 003, 401, 507, 509,512, 528,
I007 e P-002;
507 – Cabo Branco – uma das principais linhas da cidade
Opcionais climatizados

No ano 2000, um plano idealizado nos anos 70 de JP
concretizado. Eles foram um diferencial, servindo de estímulo para as pessoas
que tinham meio de transporte próprio aderir aos coletivos, amenizando, assim,
a situação caótica no trânsito. A partir de então, a Transnacional, Reunidas e
a Mandacaruense passaram a contar com esses tipos de veículos, tendo este
último abandonado o serviço em 2005 e a Transnacional repassando suas linhas e
ônibus para a Reunidas em 2009, que detinham este serviço nas linhas
101, 202, 301,500, 600 e A600.
Em 2006, foi através desse serviço que foi
introduzido os ônibus na modalidade midibus em João Pessoa. 

Para saber mais acerca dos opcionais, não deixem de
conferir esta excelente matéria dos nossos primórdios:
E apenas fazendo uma observação da matéria
acima…ela foi escrita quando não se tinha o conhecimento dos opcionais nos
anos 70 e 80. 
Tema da próxima postagem encerrando a série: Integrações, bilhetagem eletrônica/vale de papel e
os problemas/melhorias e a atualidade do transporte em João Pessoa.

3 comentários em “A história dos ônibus em João Pessoa – Anos 2000”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.