O povo, a cidade e o sacrifício com a Santa Maria no Conde

Fonte: Conde News

Matéria / Texto: Arimatéia Sousa
Foto: JC Barboza

Os vereadores do município de Conde- PB fizeram duras
críticas à empresa de transportes públicos Santa Maria, que faz a linha João
Pessoa – Conde – Jacumã. As críticas foram feitas na sessão desta segunda-feira,
durante o discurso do vereador Sanderson Duarte, que fez várias cobranças e
críticas contundentes.

Segundo o parlamentar, a empresa deixa muito a desejar
com os serviços prestados ao povo condense, já que é a única empresa a ter uma
concessão de transporte público a fazer este tipo de serviço no município condense.
Sanderson criticou os horários e constantes atrasos dos
ônibus que passam na cidade de Conde.
“O pessoal pega o ônibus em Conde, Chega na Gauxinha e
o ônibus para, passa 20 minutos parado para fazer o caixa, no calor de uma BR
(Rodovia), suportando as temperaturas, chuvas, calor, esperando mudar de
cobrador e motorista, quer dizer… Só o motorista, que nem cobrador tem. Uma
falta de respeito. O pessoal se programa numa viagem que deveria ser de meia
hora, passa a ser de 50 minutos, quase uma hora. Chega a atrasar o compromisso
de quem sai de Conde para João Pessoa por conta desse mau serviço prestado”
Destacou Sanderson.
A empresa sofreu várias críticas, desabafo de quem
conhece o dia a dia do povo condense.
Sanderson relatou a questão da acessibilidade, pois a
Santa Maria não dispõe de ônibus adaptados para cadeirantes. No caso dos
idosos, o desrespeito continua, pois os passageiros entram pela porta dianteira
e saem pela mesma porta, o que faz com que os idosos fiquem na frente,
suportando o arroxo de quem sobe e desce do ônibus. O caso se assemelha também
para as mulheres gravidas, pois não podem passar na catraca, por conta da
barriga, e ficam na frente, sofrendo o constrangimento de não serem bem
recebidas, ou, atendidas.
O cobrador:
Os ônibus que fazem a linha de Conde não têm cobradores, pois os próprios
motoristas fazem a cobrança, o que põe em risco a segurança de todos os
passageiros. Tal atitude é contrária à lei, o que poderá ser informado ao
Contran, e até mesmo, ao Denatran, pois se nem um celular o condutor pode
atender, que dirá passar troco.
Segundo o Art. 252 do CTB (código de Trânsito Brasileiro), em seu inciso 5, o
condutor deverá conduzir o veículo com as duas mãos, podendo tirar uma das mãos
do volante, apenas para: Fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha
do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo.
Os vereadores Fábio Tatu e Denis pontes criticaram o
preço da passagem, o que não respalda os péssimos serviços prestados pela
empresa.
O presidente da Câmara, o vereador Denis pontes,
destacou a importância de se trocar todos os ônibus que fazem a linha em Conde,
pois já são bastante velhos, ultrapassados, sem nenhuma condição de uso, o que
vem deixando a população condense a mercê de uma empresa, que segundo o
vereador Sanderson, é uma irresponsável.
A vereadora Tânia Pimentel questionou a concessão
pública que beneficia a Santa Maria, pois segundo a vereadora, o povo condense
deverá ter uma participação, para que se saiba como cobrar os devidos serviços
prestados pela empresa.

2 comentários em “O povo, a cidade e o sacrifício com a Santa Maria no Conde”

  1. Acho isso engraçado, pois as empresas Santa Rita e Wilson foram obrigados a renovar a frota e mesmo com a dificuldade financeira conseguiram renovar a frota e se reestruturar. Enquanto isso a Santa Maria disponibiliza apenas ônibus de pequeno porte e semi-novos e o DER finge que não ver essas irregularidades e a Reunidas é outra que apenas recebe ônibus da matriz de João Pessoa….

  2. O Conde possuem três linhas: 5301, 5305 e uma linha interna do centro do Conde ao distrito da Mata da Chica. Só a do meio que de vez em quando roda com veículos de acessibilidade. Quanto a idade média da frota, tanto a do Conde como a da Reunidas Cabedelo estão dentro da média de idade aceitável pelo DER.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.