Empresas estudam aumento nas passagens de ônibus em João Pessoa, mas Semob descarta

Fonte:
Portal Correio
Foto: JC Barboza


Após o fim da greve dos operadores de ônibus de
João Pessoa nessa quarta-feira (9), os usuários tiveram dúvidas se a tarifa
cobrada para utilização dos transportes seria reajustada após o aumento de 9%
concedido aos profissionais da categoria. A Prefeitura Municipal de João Pessoa
nega, mas as empresas já estão preparando a solicitação.

O diretor executivo da Associação de Empresas de
Transportes Coletivos de João Pessoa, Mário Tourinho, disse, durante o Correio
Debate da Rede Correio Sat na tarde desta quinta-feira (10), que há impactos
financeiros desde as negociações de 2013.
Ele falou que os dados dessas alterações nos custos
já são reunidos pelos técnicos da AETC e que tudo será repassado à PMJP. “Quem
indica os caminhos para o equilíbrio financeiro é a prefeitura; ela quem vai
estudar isso”, afirmou.
Mesmo com essa informação, Tourinho não especificou
o prazo para que essa solicitação seja entregue à prefeitura. “O
encaminhamento desses dados será repassado o mais breve possível”.
Apesar disso, a PMJP, por meio da Superintendência
Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob), informou que não há a
previsão de reajuste da tarifa dos transportes coletivos.
A greve dos operadores de ônibus durou três dias e
terminou após os empresários concederem aumento de 9% aos profissionais, que,
inicialmente, haviam pedido 14%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.