Volvo faz ofensiva para divulgar sistema de ônibus BRT

Fonte:
Automotive Business

Matéria / Texto: Giovanna Rato

Foto: JC Barboza

A Volvo decidiu intensificar os
esforços para divulgar o sistema de ônibus BRT. A companhia lançou na sexta-feira, 25, o guia
Mobilidade Inteligente, que pretende trazer material de referência sobre transporte
público. A ação integra o Programa Mobilidade Volvo (PMV), que inclui ainda
workshops e seminários em cidades com potencial para implantar o conceito de
ônibus rápido.


Os eventos reúnem agentes da sociedade para debater o tema, como gestores
públicos e universidades. Se a cidade tem interesse em priorizar o transporte
coletivo, a companhia oferece uma espécie de consultoria com o objetivo de
debater e chegar às melhores soluções. “Participamos de todos os grandes
projetos de BRT da América Latina, temos experiência para compartilhar. Não vou
dizer que não há intenção de vender veículos também, mas o principal objetivo é
divulgar o sistema”, explica Luis Carlos Pimenta, presidente da Volvo Bus para
a região.

A companhia avalia que o modelo atual de mobilidade urbana, vigente há 50 anos,
já não atende mais às necessidades. Segundo a fabricante, as grandes cidades
precisam investir em transporte de massa de alta capacidade e integrar diversos
modais, como metrô e BRT.

Na visão da Volvo o sistema de ônibus rápido tem aplicação em municípios com
mais de 400 mil habitantes. Dentro desse conceito aparecem no radar da
montadora 70 cidades brasileiras candidatas a receber ações do PMV e com
potencial para implantar o modelo de transporte coletivo. Entre as vantagens do
sistema, segundo a companhia, está a alta capacidade com custo bastante
inferior ao de ampliação de linhas de metrô, por exemplo. Como referência a
organização cita o BRT de Bogotá, na Colômbia, o Transmilenio, que tem
potencial para levar 48 mil pessoas por hora/sentido.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.