Estudantes interditam ruas e pedem revogação da tarifa de ônibus

Fonte:
Jornal da Paraíba

Foto: Thiago Martins de Souza

Dezenas de estudantes, entre secundaristas e
universitários, estão mobilizados desde o final da manhã desta terça-feira (29)
no Centro de João Pessoa protestando contra o aumento no valor da passagem de
ônibus da capital. Por volta do meio dia, cerca de 40 manifestantes ocuparam o
Paço Municipal. Destes, cinco ainda permanecem no prédio.

Enquanto isso, no final da tarde outro grupo com
cerca de 100 pessoas interditaram trechos das avenidas Guedes Pereira e General
Osório e realizaram novos atos em frente ao Paço. O trânsito está sendo
desviado pela rua B. Roham.
De acordo com uma das representantes do Movimento
Levante Popular da Juventude, Lidiane Correia, as entidades estudantis querem
esclarecimentos sobre os custos apresentados pelas empresas de transportes
coletivos e demais planilhas de gastos que, segundo os manifestantes, foram os
argumentos utilizados para gerar o aumento da passagem.
“Nós queremos a redução desse valor de R$ 2,35 e
exigimos uma auditoria nas contas apresentadas nas planilhas das empresas de
transportes. Todo ano aumenta a passagem e a população nunca é esclarecida
sobre os reais motivos disso”, disse a estudante, acrescentando ainda que os
manifestantes que ocupam o Paço Municipal só sairão do prédio público de acordo
com a proposta apresentada pelo prefeito.
Segundo informações da Secretaria de Comunicação
Institucional do município, por volta das 15h, o prefeito da capital, Luciano
Cartaxo, convocou uma comissão de estudantes para debater sobre as
reivindicações.
Aumento
O preço da tarifa de ônibus em João Pessoa sofreu
um reajuste desde o último dia 21 de julho, quando subiu para R$ 2,35. Dois
dias depois, um grupo realizou um protesto pelas ruas da Capital. Agora, pedem
a revogação do aumento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.