Um Scania sueco

Fonte:
Portal Ônibus Paraibanos
Texto:
Wilson Roberto Degressi Míccoli

Foto: Donald Hudson

A Scania trouxe ao Brasil três unidades suecas do BR-110 com motor de 205 cv
aspirado naturalmente, sem turbo e suspensão pneumática integral. Uma unidade
foi direcionada para a Viação Cometa SA, que operava na rota SÃO PAULO – RIO DE
JANEIRO; outra unidade, a mesma da foto foi o #1301 da Penha, e operava
Curitiba-Rio de Janeiro e Rio de Janeiro-Porto Alegre.

Finalmente,
há uma terceira unidade desconhecida, mas existem registros fotográficos de uma
unidade na Empresa UNIDA Mansur e Filhos, de Juiz de Fora, MG, talvez a unidade
da Cometa (que eu acredito que não é porque eu tenho fontes que afirmam que o
carro do Cometa foi vendido a uma empresa em São Paulo) ou terceiro carro que
ninguém sabe o paradeiro.

As
rodas eram originais do Scania Sueco, vide o fato do chassi ser importado da
Suécia pela Scania para testes no Brasil. Na Suécia, os Scanias não usavam
rodas raiadas como aqui, embora tenha sido utilizada sim a roda raiada em
outros países da Europa.

Uma
informação de Raul Antônio Hedeke, veterano de Curitiba:
“Quando o senhor Augustinho Boscardim da Rainha o comprou adaptou um motor
do 110 na frente.” Isso justificaria porque da tampa estar com uma grade
adaptada até embaixo num carro que supostamente seria motor traseiro, e as
laterais traseiras que deveriam ser abertas estarem fechadas. Naquele tempo era
prática comum mudar posição de motores. A própria Cometa e a CMTC de São Paulo
tiveram carros assim com motorização adaptada e mudada de posição.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.