Ônibus não saem da rodoviária por causa de interdições nas BRs do Rio Grande do Norte

Fonte: G1 RN / Tribuna do Norte
Foto: Fernanda Zauli


Os
ônibus de viagem da Viação Nordeste, Riograndense e Cabral não realizaram as
viagens previstas para esta quarta-feira (10) por causa das interdições das BRs
em todo o Rio Grande do Norte. Pelo menos
oito diferentes pontos em quatro BRs estão interditados por
integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) desde o início da
manhã desta quarta. De acordo com as empresas, os ônibus só sairão da rodoviária
de Natal quando as rodovias forem liberadas.

As
empresas Cabral e Viação Nordeste confirmaram que todas as viagens estão
suspensas. Já a Riograndense informou que alguns ônibus estão circulando
normalmente, mas utilizando vias alternativas e outras linhas estão suspensas.
De
acordo com o gerente da rodoviária de Natal, Rodrigo Vandeley, o terminal está
bem movimentado por causa do cancelamento das viagens. “O cancelamento
deixou o terminal cheio, mas foi uma decisão prudente das empresas já que os
passageiros poderiam ficar parados nas estradas por muito tempo por causa das
interdições”. Segundo ele, as passagens de hoje estão sendo remarcadas
para amanhã (quinta-feira).
A
nutricionista Rafaela Thé, que viaja diariamente para João Câmara,
onde trabalha, não conseguiu embarcar na manhã desta quarta. “Eu cheguei bem
cedo para pegar o ônibus das 6h, mas fui informada de que os ônibus não estavam
saindo porque o MST fechou a BR. Não tive como ir trabalhar”, disse.
Empresas
de ônibus mudam rotas e cancelam viagens devido aos bloqueios
A
rotina na rodoviária de Natal sofrerá modificações durante a tarde de hoje.
Dependendo da permanência dos bloqueios dos membros do MST, os ônibus que têm
itinerário pelas BRs 101, 226, 304 e 406 poderão sequer sair do terminal. Na
maioria dos casos, no entanto, a opção será pela realização de rotas
alternativas.
Viação
Nordeste informou que os ônibus estão saindo, mas com atraso. O motivo é que a
empresa está relocando passageiros que se recusam a seguir por rotas
alternativas e, além disso, também está havendo a readequação dos trajetos após
o bloqueio. Não havia, até o início da tarde, um balanço sobre quantos
passageiros foram prejudicados com as mudanças.

Já a Riograndense disse, por meio de sua central de informações, que os
motoristas de ônibus estavam desviando das rotas normais, mas algumas linhas
foram suspensas até que ocorra a liberação das vias. No início da tarde, no
entanto, a empresa confirmou que paralisou todos os serviços, assim como a
Cabral e a Jardinense, que ficarão completamente paradas até que as BRs que estão
interditadas MST sejam liberadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.