Um passeio com a Auto Viação Catarinense

Fonte:
Juntos a Bordo
Fotos: Artur Velter / Divulgação



Continuando a viagem com as associadas à ABRATI,
chegou a vez de percorrermos os caminhos de sucesso da Auto Viação Catarinense.

A Empreza Auto Viação Hahn, Hass & Darius,
embrião da atual Auto Viação Catarinense, foi fundada em 13 de Abril de 1928,
no município catarinense de Blumenau. Ela foi a primeira empresa de transporte
rodoviário de passageiros do Brasil a adquirir concessão pública no Brasil, e é
a mais antiga do Brasil ainda em atividade.
 
Na década de 1940, a empresa estendeu seu serviço
até Porto Alegre. Já nos anos 1980, adquiriu a Companhia Rex de Transportes
Ltda., sediada em Lages. Em 1995 a Catarinense foi adquirida pelo grupo JCA a
qual pertencem outras empresas como a Auto Viação 1001.

Desde o momento em que criaram sua empresa de
ônibus, Theodor Darius, imigrante alemão, João Hahn, imigrante Húngaro, e
Adolfo Hass, brasileiro, estabeleceram, embora não formalmente, uma regra
fundamental de comportamento para sua atuação: “O importante são as pessoas”.
 
Ao longo dos seus 80 anos de atividades, a
Catarinense sempre se empenhou na construção de uma marca de qualidade,
ancorada na prestação de serviços de alto nível, na idoneidade e, acima de tudo,
no respeito ao usuário. Hoje, suas linhas se cruzam em todo o Estado de Santa
Catarina e chegam ao Paraná, a São Paulo e ao Paraguai.


Curiosidade: Para os aficionados pela história do
setor e para os busólogos, vale saber que a primeira jardineira – um
auto-ônibus Rugby 6 cilindros – foi preservada e depois de restauração, faz
parte, hoje, do acervo histórico da Catarinense.

Fique atento, porque em breve você terá a
oportunidade de conhecer um pouco mais de outras associadas. Nos acompanhe, e para
mais informações sobre a ABRATI, acesse: www.abrati.org.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.