Cinco empresas disputam licitação para transporte coletivo em Campina Grande

Fonte:
Jornal da Paraíba
Foto: Thiago Martins de Souza




As empresas vencedoras da licitação para o transporte coletivo em Campina
Grande devem ser conhecidas até o final de fevereiro. Nesta segunda-feira (9) a
comissão que organiza o processo recebeu as propostas das participantes. Foram
habilitadas cinco empresas, sendo três consórcios e duas individuais.

Participam da concorrência empresas de Campina Grande e de João Pessoa.
Atualmente o serviço é realizado por sete empresas individuais, e, de acordo
com o edital, os concorrentes tiveram a chance de formular a candidatura para
todas as três áreas em que a cidade foi dividida para a exploração do serviço
de transporte coletivo, mas cada vencedor só poderá atuar, no máximo, em duas
delas, embora tenha a liberdade de indicar as áreas prioritárias.


O processo de seleção adotado é conceituado como licitação especial na
modalidade melhor técnica com preço estabelecido, uma vez que o valor da tarifa
não é de livre escolha da empresa prestadora do serviço, mas sim definido por
meio de estudo do conselho tarifário e submetido à aprovação do chefe do
executivo.

A comissão de licitação tem como critérios classificatórios a disponibilidade
de frota, a experiência na operação no transporte urbano e a adesão ao sistema
de bilhetagem eletrônica. Nos critérios eliminatórios estão a apresentação de
planejamento de ações com o objetivo de melhorar a relação do sistema de
transporte com a comunidade.

O secretário de Administração de Campina Grande, Paulo Diniz, explicou que há
décadas o sistema funciona sem a realização de uma licitação. “O que temos
é uma permissão precária que nos impede de exigir melhoras porque o empresário
não tem garantias de que a relação terá continuidade. Com um contrato firmado a
empresa terá segurança para planejar investimentos e, por sua vez, a Prefeitura
poderá cobrar as melhorias”, esclareceu.

O edital de licitação define um contrato de 15 anos de concessão que poderá ser
renovado por mais 15. Todo o processo foi iniciado em abril de 2013 com uma
audiência pública para coletar as sugestões e reclamações da comunidade.
Durante um ano foi feito estudo a partir dos indicadores trabalhados na
audiência e em seguida foi lançado o edital. Os vencedores atuarão em um
mercado com cerca de 3 milhões de passageiros por mês.

4 comentários em “Cinco empresas disputam licitação para transporte coletivo em Campina Grande”

  1. O engraçado é que peguei ontem e hj (10/02/15) um 203-Mangabeira Rangel e o de ontem estava sem a porta pois estava quebrado o vidro com cacos pelo chão pelo vista pedra e hj outro 203 sem o vidro de dentro prox a porta, amigo Kristofer ou outro o que vc acha disso??? Estão fazendo de João pessoa como recife depredação no carnaval????? E soube tbm que apredejaram um ônibus prox ao São José hj.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.