Internautas relatam casos de pedradas em ônibus de João Pessoa e PM pede que população denuncie

Fonte:
Portal Correio
Foto: Divulgação



Mesmo após o acidente com um ônibus apedrejado e que deixou cerca de 60 pessoas feridas na capital,
bandidos estariam continuando a jogar pedras em ônibus e carros particulares
nas vias de João Pessoa. O último caso, segundo postagem em uma rede social,
ocorreu no inicio da tarde desta terça-feira (10), no bairro São José, Zona
Leste da Capital, mas outras localidades, como a Via Oeste, também seriam
pontos onde os crimes acontecem.

Segundo
a postagem, o ônibus da linha 5204, que faz trajeto do Cristo até Manaíra,
estaria passando próximo a uma subestação de energia no bairro São José quando
bandidos teriam jogado uma pedra em uma das janelas do coletivo.
 
Em
outros locais da Capital, como a Via Oeste, a população vem relatando casos
parecidos envolvendo supostos menores de idade que estariam jogando pedras nos
veículos. Um internauta relatou que já foi vítima deste tipo de crime, mas que
não saiu ferido.
 
Segundo
o assessor da Polícia Militar, Major Cristovão Lucas, os casos devem ser
relatados a PM, para que as providências necessárias sejam tomadas. “Precisamos
ser notificados desse tipo de caso, mas até o momento o Centro Integrado de
Operações da Polícia Militar (Ciop), não recebeu denuncias. Temos que ter uma
solicitação formal da população para tomar alguma providência”, afirmou.
 
O
major informou que, se houver denúncia por parte da população, as rondas podem
ser intensificadas nos locais. “Tudo depende da ajuda da população. Se houver
alguma denúncia, vamos intensificar as rondas nos locais onde ocorrem estes
fatos e deter os responsáveis pelo crime”, concluiu.

De
acordo com o major, pessoas que forem flagradas jogando pedras em veículos vão
ser detidas em flagrante e levadas para delegacias da capital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.