Passageiros esperam mais de 4 horas por ônibus e alegam ‘balão’ da Buser em Campo Grande

Cerca de 30 pessoas esperaram por quatro horas e meia para embarcar em uma viagem com destino a Corumbá neste domingo (12), em Campo Grande. O serviço foi contratado por meio de uma empresa especializada em viagem de ônibus que oferta passagens por aplicativo. No entanto, passageiros alegaram que sofreram “balão” com a demora.

Gracielly Nunes tem 31 anos e está gestante. Ela contou ao Jornal Midiamax que cerca de 30 pessoas esperavam pelo transporte desde às 10h30 da manhã, horário marcado para o embarque. No entanto, o ônibus não chegou ao local e outra empresa privava precisou pegar os passageiros remanejados para o período da tarde.

“Estamos desde às 10:30 aguardando o ônibus, remanejaram uns para às 13 horas e nada do ônibus. Resumindo, a empresa deu balão nos passageiros. Não dá justificativa, apenas remanejou alguns, mas furou novamente. Não avisam nem de cancelamento, atraso, nem nada. Estamos aqui desde às 10:30 sem almoço, pessoas de idade, gestante e crianças”, lamentou Gracielly, uma das passageiras.

Imagem ilustrativa: JC Barboza

A vigilante também alegou que teve problemas na hora de remarcar a passagem do sobrinho, que tem quatro anos de idade. Para resolver o problema, uma outra empresa de transportes foi acionada na Capital para realizar a viagem. Os passageiros de 10h30 embarcaram por volta de 15h desta tarde. Já passageiros que compraram a viagem nos horários de 13h e 15h, seguem no local aguardando resposta da empresa.

O Jornal Midiamax acionou a empresa de aplicativo “Buser”, de São Paulo, para entender o ocorrido. Ela informou, em nota, que o ônibus contratado teve um problema e não conseguiu fazer a viagem. Apesar das reclamações dos passageiros, a Buser alegou, também, que os integrantes do grupo de viagens formado na plataforma foram informados durante todo o tempo do ocorrido. A empresa “Andorinha”, então, foi contratada para fazer a viagem na tarde deste domingo (12).

“Além de garantir a restituição dos valores gastos com as reservas, todos tiveram as despesas com deslocamento pagas e a empresa ainda está oferecendo uma cortesia para que cada um deles possa ter uma nova experiência”, informou a empresa.

Por Jornal Midiamax