Linhas desativadas pela Itapemirim na Paraíba e em outros estados não eram mais operadas pela empresa

A Viação Itapemirim teve sua solicitação para a supressão de 16 linhas e a paralisação de 18 mercados atendida pela ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, conforme informa a Portaria de número 476 de 29 de dezembro de 2021, publicadas na edição desta quinta-feira, 30/12, do Diário Oficial da União.

E nestas linhas suprimidas e mercados paralisados pela Itapemirim, duas linhas e três mercados atendiam o estado da Paraíba. Vejam quais:

Linhas suprimidas:

AREIA (PB) – RECIFE (PE), prefixo nº 13-0023-00
SÃO PAULO (SP) – JOÃO PESSOA (PB), prefixo nº 08-0087-00

Mercados paralisados:

De: AREIA (PB) para: RECIFE (PE) e GOIANA (PE)
De: GUARABIRA (PB) para: GOIANA (PE)

Das linhas paralisadas, ambas não eram mais operadas pela Itapemirim. A linha São Paulo X João Pessoa já é atendida, fazem alguns anos, pela linha São Paulo X Guarabira.

Inclusive, o trecho continua disponível no site da empresa, conforme mostra o print abaixo.

A mesma linha São Paulo X Guarabira atende outras linhas que constam como suprimidas como a São Paulo X Recife que também não era mais operada pela Itapemirim.

Dos mercados paralisados, apenas o que liga a cidade paraibana de Guarabira a Goiana, em Pernambuco, ainda era operado pela Itapemirim.

Outra linha que foi suprimida, mas não era mais operada pela Itapemirim. foi a Rio de Janeiro X Recife. A linha é atendida pela Rio de Janeiro X Guarabira e conforme pode ser visto nos prints abaixo, o trecho permanece disponível no site da empresa, mesmo após a data de suspensão das linhas e paralisação dos mercados, 27 de janeiro.

Rio X Recife em 03 de fevereiro
Rio de Janeiro X Guarabira em 03 de fevereiro

De acordo com a Itapemirim, o plano de reestruturação foi apresentado para reduzir custos e aumentar os resultados financeiros nas rotas de longa distância.

“Informamos que as operações rodoviárias do Grupo Itapemirim seguem de forma normal, com cobertura em mais de 2.700 destinos no Brasil e com o mesmo nível de segurança, serviço e eficiência operacional característicos da Viação Itapemirim”, declarou a empresa.

Segundo a ANTT, a supressão de linhas está prevista legalmente. A agência também informou que as autorizações cumpriram o período mínimo de um ano previsto para prestação dos serviços e o aviso prévio de 90 dias antes da paralisação.

A suspensão dos serviços começa a valer em 27 de janeiro de 2022. A ANTT esclareceu que o passageiro que já tiver comprado sua passagem pela empresa terá direito ao reembolso do valor pago em até 30 dias do pedido, bastando para isso “a simples declaração de vontade por meio de formulário fornecido pela transportadora”.