Batida entre ônibus e carreta deixa dois mortos e pelo menos quatro feridos na Paraíba

Carreta estava carregada com sucata e trafegava normalmente na faixa da direita (pista dupla). Polícia suspeita que o motorista do ônibus teria dormido ao volante

Duas pessoas morreram e pelo menos quatro ficaram feridas após um ônibus colidir na traseira de uma carreta no km 117,2 da rodovia BR-101, trecho que corta o município de Caaporã, na porção Sul da Zona da Mata da Paraíba, por volta das 21h25 dessa segunda-feira (31).

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois mortos eram motoristas da empresa de ônibus e os feridos, cuja quantidade exata não foi apurada, eram passageiros do coletivo, que fazia o itinerário Natal (RN) – Maceió (AL).

De acordo com a PRF, a carreta, que estava carregada com sucata, trafegava normalmente na faixa da direita (pista dupla), no sentido João Pessoa – Recife (PE). Após a colisão, seguiu viagem e foi localizada por uma equipe PRF, juntamente com o motorista. 

“Segundo o condutor da carreta, ele não percebeu que houve uma colisão, acreditou que fosse um pneu estourado, o que, segundo a equipe, é possível. Ele foi encaminhado para a delegacia para prestar os esclarecimentos necessários da investigação do acidente”, disse a PRF em comunicado encaminhado à imprensa.

Os feridos foram socorridos por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros para hospitais de João Pessoa. Quatro deles deram entrada no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena. Conforme boletim médico divulgado na manhã desta terça-feira (1º), um deles segue internado na unidade com quadro clínico estável.

A PRF levantou a hipótese de que a provável causa do acidente, que ainda será concluída pelas investigações, teria sido o motorista do ônibus ter dormido ao volante.

Fonte: Portal Correio

NOTA DO SITE: O ônibus envolvido no acidente pertence a empresa Trans Brasil. Apesar de estar com a pintura da Buser, a empresa não contratou a viagem. A Trans Brasil enviou para o Ônibus & Transporte umanota sobre o ocorrido, que você pode ler aqui.

,
0compartilhamentos

Inscreva-se na nossa newsletter