Volare, a linha ideal de micros para o transporte urbano

Mudança de comportamento de passageiros e novas estruturas de mobilidade transformam serviços de transporte e veículos usados em centros urbanos.

Sempre pensando à frente do seu tempo, a Volare, marca líder brasileira no segmento de micro-ônibus e pertencente à Marcopolo S.A, vem desenvolvendo veículos que se encaixam a essa nova realidade para oferecer completa linha de modelos que atendem com eficiência, agilidade e robustez as necessidades e características do transporte coletivo urbano de passageiros e oferecer ao operador um veículo mais adaptado à demanda, tanto para uma linha regular como complementar de transporte.

“O grande diferencial da Volare, e o que a tornou marca líder no transporte em grandes mercados, é que temos como um de nossos pilares a capacidade e rapidez de diversificação do portfólio de produtos para antecipar transformações de mercado. Estamos sempre atentos às necessidades dos clientes e o nosso objetivo é colaborar para a mobilidade das cidades brasileiras e oferecer produtos e serviços adequados às características de cada região do País”, salienta Sidnei Vargas, gerente comercial da Volare.

Com amplo portfólio de veículos em outros segmentos, a marca oferece configurações, com capacidade de transportar até 50 passageiros, que contribuem para o uso otimizado da frota. Os modelos Attack 8, Attack 9, Fly 9 e Fly 10 foram lançados para consolidar ainda mais o posicionamento e vanguarda da Volare na oferta de veículos diferenciados e sob medida para as necessidades e demandas das aplicações dos clientes. Apresentam melhor relação custo/benefício se comparados aos veículos com PBT acima de 15 toneladas, tradicionalmente utilizados neste tipo de aplicação.

Os modelos urbanos das linhas Attack e Fly possuem design arrojado e moderno que acompanham as principais tendências no segmento automotivo e mantém diferenciais competitivos já consagrados, como eficiência, robustez e segurança.

“Os modelos têm características que os fazem ideais para as operações urbanas e podem ser utilizados tanto no transporte regular, complementar e alternativo”, acrescenta Vargas.

Soluções sob medida para um mundo em movimento

Nas suas diferentes versões, a linha Attack é recomendada para linhas mais periféricas, por contar com ângulo de entrada e saída da carroceria mais pronunciados, já a linha Fly, para linhas centrais que priorizam o design externo.

As configurações do Attack 8, Attack 9, Fly 9 e Fly 10, que podem contar com duas ou três portas, são diversas. É possível escolher entre diferentes comprimentos, distância entre-eixos, motorização, tanque de combustível, configuração interna (2×2 ou 2×1), modelos de poltronas, acessibilidade na porta dianteira ou traseira, com ou sem cobrador, tomadas USB, além de outros tipos de opcionais disponíveis.

Com largura e altura ideais para melhor agilidade urbana, as configurações começam com comprimentos de 6.535 mm e podem chegar a 10.145mm, com variação de entre-eixos de 3.350 mm até 5.500 mm.

Outro aspecto bastante importante é o powertrain que conta com motorizações Cummins ISF 3.8, de 152 e 162 cv de potência, caixa Eaton de 5 ou 6 marchas e eixos Dana ou Meritor, dependendo do modelo escolhido. Além disso, os veículos contam com PBT que variam entre 8,7 e 10,7 toneladas, sendo projetados e montados com componentes amplamente utilizados no mercado, mantendo baixo custo de manutenção e de reposição de peças, além de manter o alto valor de revenda.

Os veículos podem ser homologados em qualquer órgão gestor, de acordo com seu tipo e aplicação. São projetados e fabricados atendendo critérios estabelecidos pelo Contran, certificações do Inmetro e demais regulamentações brasileiras vigentes, sendo classificados segundo a norma ABNT NBR 15570 – Fabricação de veículos acessíveis de categoria M3 com características urbanas para transporte coletivo de passageiros, como micro-ônibus, miniônibus e midiônibus, com capacidade de passageiros que variam entre 20 passageiros (exclusivamente sentados) até 50 passageiros (sentados e em pé), dependendo da configuração do layout interno escolhido e utilizam o tipo de acessibilidade conforme especificada na ABNT NBR 14022.

Fly 10, o “Midiônibus” de maior capacidade do mercado

O Volare Fly 10, modelo com a maior capacidade de passageiros do mercado nacional em seu segmento, possui amplo espaço interno, melhor circulação no corredor e capacidade para 30 passageiros sentados e 20 em pé, o que faz o modelo ideal para o serviço de transporte urbano, pois proporciona ainda mais o conforto e a segurança para os usuários e eficiência e baixo custo operacional para os operadores, com grande economia de combustível, cerca de 35% menor se comparado a um ônibus convencional.

Conta com mais de 45 pontos de atendimento no Brasil e mais de 20 no exterior. Encontre o concessionário mais próximo em: https://www.volare.com.br/pontos-de-atendimento

0compartilhamentos

Inscreva-se na nossa newsletter