Uma parte da história contada em fotos: Ciferal Papo Amarelo da Viação Rio Tinto

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos
Matéria/Texto: JC Barboza
Foto: Viação Rio Tinto
A Viação Rio Tinto possui em seus arquivos várias fotos de ônibus que passaram por sua frota, e com exclusividade nos cedeu uma imagem de um dos primeiros ônibus da frota da empresa, um Ciferal Papo Amarelo com chassi Mercedes-Benz LP-321 de fabricação no final dos anos 60. O veículo possuía uma beleza ímpar com sua bancada toda em couro, tudo original, não tendo nenhuma alteração feita pela empresa. O veículo ainda estava na frota da Rio Tinto em 1997, conforme vídeo feito pelo membro JC Barboza em formato antigo (VHS) e ainda não digitalizado. O paradeiro atual do Papo Amarelo da Rio Tinto é desconhecido.
A foto foi feita na garagem da empresa em Rio Tinto, sem data certa, provavelmente nos anos 90, já que ao lado dele vemos o Marcopolo Viaggio GV 1000 com chassi Scania F113 14.29, que foi adquirido pela empresa em 1996. Após a reforma o Papo Amarelo não foi numerado, só mantendo a pintura original de quando foi adquirido e o nome da empresa nas laterais, já que originalmente era nas laterais do teto.
Uma curiosidade foi que, no carnaval de 1991, foi colocado para dar um apoio na linha Baía da Traição X Rio Tinto que estava tendo uma alta rotatividade e a frota da empresa não estava dando conta da demanda. Vários ônibus da Rio Tinto estavam em fila na orla da Baía da Traição esperando o embarque dos passageiros. Ele estava atrás de um Condottiére 14.28 da RT, quando o motorista tirou o pé da embreagem e o ônibus dá um leve avanço à frente. Por menor que fosse o impacto, o estrago na traseira do 14.28 foi grande, pois a boca do tanque do Flecha de Prata, era abaixo do pára-brisa e de puro aço que perfurou a fibra de vidro da traseira do Condottiére.