STTP implanta sete novos abrigos de ônibus e recupera outros 21 em Campina Grande

Fonte: Prefeitura Municipal de Campina Grande Foto: Caio Henrique / Divulgação Desenvolvendo projetos de melhorias de mobilidade urbana como o alargamento de via na Avenida Canal e a implantação da ...

Fonte: Prefeitura Municipal de Campina Grande

Foto: Caio Henrique / Divulgação


Foto 0132

Desenvolvendo projetos de
melhorias de mobilidade urbana como o alargamento de via na Avenida Canal e a
implantação da faixa exclusiva de ônibus na Avenida Floriano Peixoto, a STTP
busca meios de aprimorar o serviço de transportes públicos da cidade.

Procurando atender com maior
conforto os usuários de ônibus, a STTP implantou neste mês de março sete novos
abrigos, a fim de proporcionar mais comodidade para os usuários do serviço. Os
equipamentos já instalados estão presentes em trechos da Avenida Dinamérica,
Rua Pedro Leal, Rua Damasco, Avenida Elpídio de Almeida, Rua Alagoas e Rua
Vigário Calixto.
Revitalização
Paralelamente à implantação de novos abrigos, a STTP realiza a recuperação dos
que são alvos de vandalismo. Somente na Rua Elpídio de Almeida (Catolé), foram
recuperados três abrigos, na Rua Vigário Calixto, também no bairro do Catolé,
outros cinco foram recuperados, dois deles em frente ao terminal de ônibus do
estádio O Amigão.
De acordo com o cronograma
de ações, já foram recuperados ao todo 21 abrigos, oito deles no bairro do
Catolé, e os outros divididos pelas ruas: Odon Bezerra, Almirante Barroso
(Liberdade/São José), Avenida Dinamérica, Damasco, Ivan Sodré (Nenzinha Cunha
Lima), Residencial Santa Bárbara, dentre outros trechos.
Todos os abrigos novos ou
recuperados estão recebendo uma testeira de identificação de rotas com
integração temporária. Os equipamentos instalados são abrigos feitos em
estrutura de ferro, com coberturas bem resistentes e contam com bancos que
oferecem mais conforto aos usuários.

abrigo onibus

Para o superintendente da
STTP, Vicente Rocha, as ações de vandalismo impedem que a STTP atenda a mais
pedidos de instalação de novos abrigos. “Infelizmente, os recursos que deveriam
ser utilizados para a instalação de novos, precisam ser destinados à manutenção
dos que já foram instalados”, lamentou o superintendente.

Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.