Nova tarifa não afeta passagens compradas antes de reajuste na Paraíba

Fonte:
G1 Paraíba

Foto: Wagner Lima

O reajuste da tarifa de ônibus para R$ 2,35 em João Pessoa não vai afetar os
usuários que fizeram recarga no cartão Passe Legal ainda no valor R$ 2,20. A
informação foi confirmada pela Associação de Empresas de Transportes Coletivos
Urbanos de João Pessoa (AETC-JP) nesta segunda-feira (21), dia em que o reajuste passou a vigorar.
O mesmo serve para o preço da passagem para estudantes, que antes era de R$
1,10 e nesta segunda passou a custar R$ 1,17.

De
acordo com a AETC-JP, o sistema continuará a descontar o valor que era cobrado
no período em que foi feita a recarga. Desta forma, todas as recargas feitas a
partir desta segunda-feira terão o custo de R$ 2,35 por cada passagem.
 
Na
manhã desta segunda-feira, muitos usuários reclamaram do reajuste.
O Conselho Tarifário encaminhou na sexta-feira (18) um reajuste no valor de R$
2,40 e no sábado (19) o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) sancionou
o valor de R$ 2,35.
 
O
último reajuste na tarifa foi feito em dezembro de 2012 com a previsão de
tarifa para janeiro de 2013. Em junho de 2013 após as manifestações de rua
organizadas pelo Movimento Passe Livre houve a redução de R$ 2,30 para R$ 2,20
após a desoneração dos impostos de PIS e Confis. O valor de R$ 2,20 permaneceu
o mesmo desde então.
 
A
Prefeitura de João Pessoa divulgou que as empresas de
transportes coletivos de João Pessoa assumiram o compromisso de renovar e ampliar
a frota de ônibus disponível para a população. Até o fim de 2014 serão 50 novos
veículos. A Prefeitura também tem cobrado a ampliação dos investimentos em
veículos adaptados para garantir maior acessibilidade para as pessoas com
deficiência.
 
Greve e
aumento
O
aumento ocorre após a greve dos trabalhadores das empresas que exploram o
serviço de transporte público de João Pessoa realizada no início de julho. A
greve durou três dias e, no primeiro, o movimento grevista conseguiu 100% de
paralisação ocasionando uma liminar do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB)
determinando o retorno imediato de 60% da frota.
Os
passageiros se valeram de caronas, veículos clandestinos e de táxis legalizados
para se locomover. Com 9% de aumento, a greve foi encerrada.
Na sexta-feira
(18), o Conselho Tarifário se reuniu e decidiu com base nos dados das empresas
a tarifa de R$ 2,40 e encaminhou para a Prefeitura de João Pessoa, que por sua
vez divulgou o reajuste no sábado, um dia após o recebimento da proposta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.