Empresas de ônibus cobram seguro indevidamente ao vender passagens

Fonte: G1
Foto: Kristofer Oliveira



O Bom Dia Brasil alerta agora para uma cobrança ilegal, que muita gente paga sem nem perceber. As empresas de ônibus estão cobrando pelo seguro nas passagens compradas na rodoviária. Só que não pode.

O seguro é cobrado sem que o passageiro peça, mas a cobrança é proibida. Depois de uma briga de 15 anos com a União, o Ministério Público Federal ganhou a ação na Justiça para acabar com a venda do seguro. Desde março deste ano as empresas de ônibus não podem nem mesmo oferecer o seguro.
A Justiça também determinou que haja fiscalização da venda de passagens, já que as empresas continuam cobrando. O seguro embutido nas passagens é desnecessário porque as empresas, por lei, já são obrigadas, a garantir a segurança dos passageiros e oferecer assistência em caso de acidente.
A Superintendência de Seguros Privados informou que nem o seguro obrigatório, nem o seguro facultativo podem ser cobrados dos passageiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.