Vai viajar de ônibus? O Grupo JCA tem dicas para transportar o seu pet

Segundo levantamento, da Decode, empresa especializada em análise de dados, mostra que a busca por hotéis pet friendly, aqueles que recebem animais como hóspedes, cresceu 238%.
IMG 7234 scaled

Na retomada do turismo pós-pandemia, 82% dos brasileiros pretendem viajar com seus animais de estimação. É o que aponta uma pesquisa do site hoteis.com, realizada este ano. Outro levantamento, da Decode, empresa especializada em análise de dados, mostra que a busca por hotéis pet friendly, aqueles que recebem animais como hóspedes, cresceu 238%.

As medidas voltadas para os animais serão uma das peças-chave para a retomada das atividades turísticas no país, o que inclui adaptações para atender a este crescente público, inclusive nos meios de transporte. Viajar com o pet pode ser uma experiência única e inesquecível, além de ser uma alternativa para os donos que nem sempre querem deixá-los sozinhos em casa ou sob os cuidados de outra pessoa. Por isso, já existem leis específicas para o transporte de pets para viagens rodoviárias, que garantem a segurança dos passageiros e o conforto dos bichinhos.

IMG 3944

Veja abaixo as dicas práticas assinadas pelo Grupo JCA, que reúne algumas das principais empresas do setor de transporte rodoviário de passageiros, como as Viações Cometa, 1001 e Catarinense:

Pets permitidos

A regulamentação permite cachorros e gatos dentro dos ônibus de viagem, sendo até dois animais por veículo e um animal por passageiro. Devem ser de pequeno porte e ter no máximo 10kg, além de estarem acomodados em um caixa de transporte, com tamanho até 41cm x 36cm x 33 cm (comprimento, altura e largura), feita de material rígido ou flexível – desde que seja resistente, segura e forrada com tapete higiênico, para evitar vazamentos durante o transporte. Cabe destacar que para viagens dentro do estado de São Paulo o limite de peso máximo é de 8kg. Além disso, é recomendado higienizar a caixa a cada parada.

Poltrona garantida

É possível comprar uma poltrona ao lado para acomodar o seu amigo de pelos. Especialmente para trajetos dentro do estado de São Paulo, esta compra é obrigatória. Caso não esteja em um assento exclusivo, o animal deverá ser acomodado próximo aos pés do dono – e nunca no colo, por questões de segurança. Lembrando que o pet deve ficar dentro da caixa de transporte durante todo o trajeto. Os custos das tarifas variam, mas em casos de cão-guia e animais de acompanhamentos especiais, a isenção da taxa é prevista por lei.

Saúde em dia

Procure sempre um veterinário antes de qualquer viagem de ônibus, pois será preciso apresentar um atestado e o comprovante de vacinação atualizado – para cães e gatos com mais de 90 dias. A validade do atestado varia de acordo com o trecho percorrido, por exemplo: dentro dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, o documento é válido por três dias, mas em viagens entre dois estados, a validade é maior, de até 10 dias. Vale sempre consultar quais são as leis sobre o transporte de animais para cada cidade ou estado que for visitar.

Bem-estar em primeiro lugar

Lembre-se que a segurança e o bem-estar do pet devem estar em primeiro lugar, por isso é recomendado que o dono avalie se o bichinho fica estressado durante viagens, se fica confortável na caixa de transporte e como costuma reagir em locais com pessoas estranhas. Um pouco antes de viajar, uma dica é gastar a energia do pet para ajudá-lo a dormir durante o trajeto e, durante a viagem, aproveitar as paradas para levá-lo para fazer as necessidades, oferecer água e esticar as pernas. Se o dono achar necessário, o animal pode ser sedado para a viagem conforme orientação do veterinário.

Muito além das viagens

O Grupo JCA sempre esteve atento ao universo pet e tem um olhar de cuidado com os animais que vai muito além das viagens. A Viação Cometa, uma das empresas do Grupo, é apoiadora do Instituto Luisa Mell, uma das maiores representantes da causa animal no país. A parceria consiste na viabilização do transporte exclusivo e seguro dos cães para os eventos de adoção. A última ação foi realizada no dia 18 de setembro no Mogi Shopping, em São Paulo, depois de quase um ano e meio sem eventos presenciais de adoção. Com a mitigação gradual da pandemia, a expectativa da Grupo JCA é poder contribuir ainda mais com ações de cunho social.

Fonte: IdealHKs – Grupo JCA

0compartilhamentos

Inscreva-se no nosso newsletter

banner 612 300 X 250 2020