Marcopolo reaproveita 1 milhão de garrafas PETs na produção de componente para os ônibus

Com uso de até 60% de garrafas PET em sua composição, o fundo dos novos porta-pacotes substitui a versão produzida em chapa de alumínio revestida.
ETM 17

A Marcopolo, líder na fabricação de carrocerias de ônibus no Brasil, anuncia o reaproveitamento de 1 milhão de garrafas PETs de 2 litros para a produção do fundo dos bagageiros dos veículos modelos G7 e G8.

O projeto é resultado de uma parceria com a Jomo, empresa responsável por criar materiais a partir dos princípios da ecoeficiência, e já garantiu a retirada de 50 toneladas de material plástico da natureza.

Conlog 10
Imagem: Divulgação Marcopolo

Com uso de até 60% de garrafas PET em sua composição, o fundo dos novos porta-pacotes substitui a versão produzida em chapa de alumínio revestida. As peças são mais leves, estruturadas, resistentes e garantem à Marcopolo uma redução do peso total do veículo, o que colabora com a economia de combustível e, consequentemente, com a diminuição da emissão de CO² na atmosfera.

Fonte: Dias mais sustentáveis

,
0compartilhamentos

Assine nossa newsletter

banner 612 300 X 250 2020