Sitrans é intimado para manter circulação de ônibus em Campina Grande

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Campina Grande (Sitrans) foi intimado oficialmente pela Justiça, na manhã deste domingo (8), para que mantenha o funcionamento das linhas de ônibus que circulam pelos distritos da cidade. A informação foi confirmada pela Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos de Campina Grande (STTP).

Segundo a STTP, o Sitrans deve manter a regularidade da circulação das linhas 903-B, 910, 902 e 955, que ligam a cidade aos distritos de São José da Mata, Jenipapo, Estreito-Salgadinho e Galante. Na sexta (6), o Sitrans informou que suspenderia o funcionamento das linhas.

Caso não cumpra a decisão da Justiça, as empresas devem pagar multa diária de R$ 20 mil, e podem responder a um processo criminal por desobedecer a decisão da 2ª Vara de Fazenda Pública de Campina Grande, que pede o retorno dos ônibus.

A STTP reiterou que desde o anúncio da suspensão está adotando medidas para manter o diálogo com o Sitrans. Mas, até então, os oficiais de Justiça não tinham conseguido localizar os representantes do sindicato, o que aconteceu neste domingo (8).

Em nota, as empresas responsáveis pelos ônibus do transporte público de Campina Grande alegaram que a prefeitura da cidade não cumpriu o acordo de subsidiar a tarifa da passagem de ônibus, medida que foi divulgada no início deste ano, quando a prefeitura se comprometeu a arcar com uma parte do valor de cada passagem, para evitar um novo aumento.

Segundo as empresas, no mês de março a prefeitura pagou 0,13 centavos por passagem, e não 0,55, como havia anunciado, e em abril o pagamento não foi realizado. Isso justificaria, conforme a nota, a suspensão da circulação dos ônibus que passam pelos distritos de Campina Grande.

O g1 entrou em contato com diretor do Sitrans, mas não obteve respostas até a publicação desta matéria.

Fonte: G1 Paraíba