Prefeitura do Rio inaugura linha 67 do BRT, ligando Campo Grande a Deodoro

Novo serviço Conexão BRT passa por nove bairros e promete mais rapidez e conforto aos passageiros da Zona Oeste
Image

Neste domingo (23/6), a Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e da Mobi-Rio, inaugurou a linha 67 do BRT, que conecta o Terminal Campo Grande ao Terminal Deodoro na Zona Oeste. Denominado Conexão BRT, o novo serviço percorre nove bairros e faz 16 paradas em pontos de ônibus convencionais ao longo do trajeto, incluindo a Avenida Brasil.

“Um dos principais problemas para quem está usando o BRT – e já melhorou muito – tem sido conseguir ônibus para chegar aos terminais, especialmente o Terminal de Deodoro. Então, essa conexão BRT vai ser uma linha normal, só que mais rápida e com ônibus novos. A gente começa com esse primeiro, que vai ligar os terminais de Campo Grande e Deodoro, sem precisar pagar mais uma passagem. Essa é mais uma melhoria em nosso sistema de transportes,” afirmou o prefeito Eduardo Paes.

Para este novo serviço, foram disponibilizados 20 ônibus novos do modelo padron, equipados com catraca interna para embarque de passageiros na rua. Com intervalos de 10 minutos nos horários de pico e operação 24 horas por dia, todos os dias da semana, a viagem tem previsão de durar aproximadamente uma hora. O serviço, operado pela Mobi-Rio, aceita pagamentos com os cartões Riocard e Jaé, com a passagem custando R$ 4,30, valor padrão dos modais de transporte público coletivo do município.

“A linha 67 será um serviço muito importante para a população da Zona Oeste e vai conectar três corredores: Transoeste, Transolímpica e Transbrasil. O serviço vai passar de 10 em 10 minutos nos horários de pico e está integrado ao sistema BRT. Ou seja, se o passageiro pegar esse ônibus na rua e depois o BRT convencional, vai contar apenas como uma passagem,” explicou a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio.

67 2

Nos terminais Campo Grande e Deodoro, os passageiros da linha 67 devem embarcar e desembarcar normalmente na plataforma do BRT. Nas paradas ao longo do percurso, o serviço funcionará como um ônibus convencional, porém sem aceitar pagamento em dinheiro.

“Hoje, a Prefeitura lançou mais um serviço importante para os usuários do BRT. A nova linha 67 vai operar 24 horas. Mais dignidade e conforto para os passageiros,” destacou a diretora-presidente da Mobi-Rio, Claudia Secin.

67 1

Plano operacional da nova linha:

  • Serviço 67: Terminal Campo Grande / Terminal Deodoro
  • Serviço 67: Terminal Deodoro / Terminal Campo Grande

As paradas do trajeto incluem: Terminal Campo Grande, Ítalo Del Cima, Senador Vasconcelos, Joaquim Magalhães, Jardim Oriental, Nova Esperança, Ivan Pessoa, Torre, Coqueiros, Vila Kennedy, Quafá, Catiri, Vigilante Fortunato, Mocidade, Jardim Água Branca, SUS, Batan, Marechal Alencastro e Terminal Deodoro.

Reconstrução do transporte público carioca

Desde 2016, o sistema BRT passou por diversas dificuldades, incluindo a redução drástica do número de ônibus articulados em circulação e o fechamento de várias estações. No início de 2021, apenas 120 ônibus articulados operavam, muitos em condições precárias. A Prefeitura do Rio, após intervir no sistema em março de 2021 e decretar a caducidade do contrato de concessão em fevereiro de 2022, iniciou um processo de revitalização.

Com a Mobi-Rio assumindo a operação do BRT, houve a renovação total da frota, reforma das estações, implantação de medidas de segurança e recuperação do pavimento do corredor Transoeste. O corredor Transbrasil também começou a operar, com 17 estações e dois terminais novos, incluindo Deodoro e o Terminal Intermodal Gentileza.

Essas ações resultaram em melhorias significativas, elevando a média diária de passageiros de 150 mil para 450 mil. Atualmente, 518 novos ônibus, conhecidos como “amarelinhos”, estão em operação, com a expectativa de atingir uma frota total de 713 ônibus. Além disso, houve uma significativa redução nos intervalos durante os horários de pico.

A Prefeitura também está implementando gradualmente o Jaé, um novo sistema de bilhetagem digital, e firmou um acordo com o Ministério Público Estadual e os consórcios operadores de ônibus, possibilitando a criação e retomada de 170 serviços de ônibus na cidade. O objetivo é regularizar e melhorar o serviço de transporte público em todas as regiões do Rio de Janeiro.

Imagens: Divulgação

Receba as notícias em seu celular, clique aqui para acessar o canal do ÔNIBUS & TRANSPORTE no WhatsApp.


Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.