Tarifa de ônibus de João Pessoa passa a custar R$ 2,20

Por Portal Paraíba.com.br A nova tarifa dos ônibus urbanos de João Pessoa passará a vigorar a partir da próxima segunda-feira, 9 de janeiro, no valor de R$ 2,20 (dois reais e vinte centavos).  O …
Por Portal Paraíba.com.br
onibusA nova tarifa dos ônibus urbanos de João Pessoa passará a vigorar a partir da próxima segunda-feira, 9 de janeiro, no valor de R$ 2,20 (dois reais e vinte centavos).  O valor foi definido pelo prefeito Luciano Agra nesta segunda-feira (2) e ficou abaixo do apresentado inicialmente pelo Conselho de Transportes e Trânsito (CTT) em R$ 2,30 (dois reais e trinta centavos) e também abaixo do índice de inflação do último ano.

“Considerando que o reajuste proposto pelo Conselho Municipal de Trânsito (CMT) ficou acima do índice de inflação dos últimos 12 meses e do índice acumulado nos últimos dois anos, determinei que o valor da tarifa praticada no sistema de transporte público de passageiro de João Pessoa seja fixado em R$ 2,20 a partir de 9 de janeiro deste ano”, disse o prefeito.
problemas%252520no%252520elevador%252520transnacional%252520joao%252520pessoa%252520paraiba%252520aghnkjg%252520%2525284%252529A proposta para elevação de R$ 2,10 para R$ 2,30 foi sugerida ao prefeito e aprovada pelo CMT no último dia 27 de dezembro, e de imediato descartada pelo gestor. Luciano Agra destaca que o valor ficou definido abaixo do sugerido para que ficasse mais compatível com o poder aquisitivo da população. “Uma tarifa acima disso iria significar um acréscimo bastante elevado e inviabilizar o acesso de muitos usuários ao transporte coletivo”, ressaltou.
Passageiros – O superintendente de Transportes e Trânsito de João Pessoa, Nilton Pereira, explicou que a medida também deverá contribuir para o aumento na quantidade de usuários que utilizam os ônibus urbanos diariamente na Capital. “Com a decisão de não adotar o valor mais alto inicialmente apresentado, o prefeito espera contribuir com o aumento do número de passageiros, já que existe uma relação direta entre o valor praticado e a demanda de usuários”, destacou.
Com o aumento de 4,8% no valor da tarifa, Nilton Pereira disse que o percentual fica abaixo do índice de inflação acumulada nos últimos 12 meses (IPCA), que ficou em 6,4%. O valor também é bem menor que o último reajuste que foi de 10,5%.
, , , ,
0compartilhamentos

Assine nossa newsletter