Apareceram os zeros da SIM

Fonte: Portal Ônibus Paraibanos

Matéria / Texto: Josivandro Avelar

Foto: Lenilson
Pessoa

Em 2014, o DER determina uma
série de adequações para renovação de frota nas empresas metropolitanas da
Grande João Pessoa, visando a redução da idade média dos veículos, que em
alguns casos passavam de 20 anos de uso. As adequações foram determinadas depois
do acidente de 28 de setembro envolvendo um ônibus da Rodoviária Santa Rita,
que terminou com vítimas fatais. Diante do cenário, as empresas tinham a
obrigação de se reestruturar para atrair mais passageiros, manter sua imagem
perante os mesmos, bem como no combate ao transporte clandestino que durante
anos causou prejuízos as empresas regulares de transporte, em alguns casos
inviabilizando investimentos mais profundos por parte das empresas.


No meio
dessa reestruturação, a Rodoviária Santa Rita passa a ter como objetivo uma
reestruturação da frota, da imagem e da qualidade do serviço metropolitano de
suas linhas, que ligam os municípios de Santa Rita e Lucena a João Pessoa.
Desde 1975 operando nessas rotas, em 2014 a empresa adota novo visual, adquire
veículos seminovos (se bem que ela já vinha comprando seminovos desde 2012) e
passa a rodar com o nome de SIM (Sistema Integrado Metropolitano). A empresa
apresenta além dessas novidades uma inovação que a torna pioneira na Paraíba: o
monitoramento de sua frota em tempo real, permitindo ao passageiro saber quando
o seu ônibus chegará no ponto. Com toda a frota dotada de GPS, o monitoramento
da frota pode ser feito através do computador ou por meio de dispositivos
móveis.

Porém além
dos seminovos, a empresa anunciou no mesmo momento a compra de cinco novos
veículos e prometeu entregá-los até março, antes do início das aulas na UFPB –
a universidade mantém um campus na cidade de Santa Rita. A promessa começou a
ser cumprida e eis o resultado.

Os carros
novos já estão a caminho. Foram fotografados em Caruaru e certamente já devem
estar na sede da empresa. Conforme anunciado pela empresa, são cinco os
veículos comprados zero quilômetro. Todos no modelo Torino 2007, da Marcopolo,
e encarroçados sob o chassi OF-1721 Bluetec5 da Mercedes-Benz, sendo esses os
primeiros veículos Euro V de uma empresa metropolitana urbana da Paraíba.

Todos os veículos tem 12,5 metros, com 3 portas (sendo a do meio com plataforma
elevatória), posto do cobrador do lado esquerdo do veículo, e como é padrão na
empresa, letreiros eletrônicos brancos da marca Inova, os quais são somente os
frontais.

A
Rodoviária Santa Rita encerra um jejum de 11 anos sem comprar ônibus zero
quilômetro – os últimos zeros adquiridos pela empresa foram os cinco micros
CAIO Piccolino. Há 17 anos a empresa não adquiria chassis zero da
Mercedes-Benz, sendo os últimos os GLS Bus que haviam estreado o layout
anterior da Santa Rita.

Assim, a Rodoviária Santa Rita prossegue o trabalho de redução da idade média
de sua frota, bem como o reforço de sua frota de ônibus adaptados – que passa
dos atuais 14 para 19 veículos com acessibilidade, de um total de 31 operantes
– sendo a empresa com o maior número de ônibus acessíveis entre as
metropolitanas. Desse modo, a empresa consolida sua reestruturação e mantém-se
firme na sua missão de prestar um melhor serviço aos moradores do município de
Santa Rita no trajeto entre a cidade e a capital.

8 comentários em “Apareceram os zeros da SIM”

  1. fico muito feliz de ver esta empresa melhorando pois sou um fundador da mesma junto com o sr. ALDO e sr. ADOLFO EM 1975 ROBERTO. 23.04.14. SR. A L D O é uma pessoa muito legal e humana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.