Ônibus escolar é flagrado transportando agricultores e é apreendido

Fonte:
MPPB / Folha do Sertão
Foto:
Divulgação
Um ônibus de transporte escolar do município de São
José dos Cordeiros (cidade do interior paraibano, distante a 271 quilômetros da
capital, João Pessoa) foi apreendido na cidade de Monteiro na tarde da última
quinta-feira (7). O ônibus escolar, de placa OET-0275/PB, foi flagrado em
desvio de finalidade, transportando agricultores de São José dos Cordeiros que
tinham ido ao município de Monteiro “resolver assuntos particulares”.

De acordo com a promotora de Justiça Cláudia
Bezerra, o ônibus chamou a atenção porque trafegava pelas ruas da cidade
conduzindo passageiros que não tinham características de estudantes. “Com o
apoio da Polícia Militar, determinei a parada do veículo, e, ao constatar a
situação de ilegalidade, realizamos a sua apreensão, determinando o desembarque
os passageiros”.
 
Em seguida, de acordo com a promotora, foram colhidas
declarações do motorista e de alguns passageiros, cujas peças de informação
serão enviadas para a Promotoria de Justiça de Serra Branca, que tem atribuição
para apurar o caso. A Resolução 18/CD/FNDE/2012 veda o uso irregular dos
veículos de transporte escolar adquiridos no âmbito do ‘Programa Caminhos da
Escola’, com finalidade estranha à educação.
 
Prefeitura esclarece o ocorrido
 
A Prefeitura de São José dos Cordeiros esclareceu
na manhã desta terça-feira (12), a apreensão de um ônibus escolar do município
que transportava agricultores até a cidade de Monteiro.
 
De acordo com o prefeito Fernando Queiroz, os
agricultores não foram resolver simples problemas particulares como alguns
órgãos de imprensa informaram, mas foram comprar milho na CONAB em meio a uma
das mais graves secas vividas pelo município. Segundo o gestor, como eram
muitos agricultores, o único transporte do município capaz de deslocar essa
ração e os produtores rurais era um ônibus grande que a Prefeitura possui e por
isso enviou o carro.
 
“Este período de seca já é tão difícil para o
homem do campo, que a Prefeitura contribui com os agricultores oferecendo o
transporte necessário para que eles tragam o milho subsidiado da CONAB. Sem
essa contribuição do município, os agricultores precisariam pagar do próprio
bolso o transporte e ficaria inviável em meio as dificuldades econômicas
vividas na região”, explicou Fernando.
O prefeito fez questão de ressaltar que os alunos
não ficaram prejudicados com a destinação do ônibus exclusivamente neste dia
para os agricultores, pois outro veículo foi disponibilizado para que os
estudantes pudessem assistir as aulas normalmente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.