Autorizada modernização do sistema de trens de João Pessoa, com 1ª etapa orçada em R$ 3,3 milhões

Fonte:
Portal Correio
Fotos: Diego Nóbrega


Quatro novas estações serão construídas
para dar suporte ao Veículo Leve Sobre
Trilhos (VLT) que está em processo de implantação na Região
Metropolitana de João Pessoa desde sábado (1º), quando a primeira composição
chegou à Capital. Duas empresas vão trabalhar sob consórcio na reestruturação
do sistema ferroviário, com primeira fase orçada em R$ 3,314 milhões.

De acordo com a Companhia Brasileira de
Trens Urbanos em João Pessoa, serão construídos ainda um novo prédio para o
Centro de Controle Operacional (CCO), uma nova oficina de manutenção e
adequação e modernização de nove estações.

O esboço preliminar do projeto de modernização do sistema será elaborado pelo
consórcio formado pelas empresas HeadWayx Engenharia Ltda e ATP Engenharia
Ltda, vencedor da licitação.
O contrato para a elaboração do projeto
foi assinado na tarde dessa segunda feira (3), pelo diretor-presidente da CBTU,
Fernando Barini, pelo diretor técnico, Sérgio Sessim, e pelos representantes da
empresa ganhadora da licitação, na sede da Companhia, no Rio de Janeiro.
O projeto de modernização do Sistema de
Trens Urbanos de João Pessoa prevê a recuperação das vias existentes e a
modernização de 30 km de via ferroviária, de Santa Rita a Cabedelo. Serão
realizadas obras de adequação e recuperação de nove estações: Santa Rita,
Várzea Nova, Ilha do Bispo, Alto do Mateus, João Pessoa, Mandacarú, Poço,
Jardim Manguinhos e Cabedelo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.