Real Alagoas – Teste do chassi OF-1519 (BlueTec 5)

Matéria
/ Texto: Gustavo Alfredo

Fotos: Gustavo AlfredoRodrigo Fonseca , Thiago Alex, Willian Pontual (AllBus), Sérgio Aparecido Lopes, Wanderson Soares  – Real Alagoas

Em
meio aos festejos de fim de ano e confraternizações a Real Alagoas mais uma vez
inova, desta vez recebe um produto da Mercedes-Benz Brasil para testes em solo
alagoano. Trata-se do modelo OF-1519 que é um dos mais modernos chassis da
montadora alemã, equipado com um motor OM-924 LA de 4 cilindros e que rendem
185cv de potência da geração BlueTec 5, o OF-1519 traduz o que há de mais
eficaz, seguro, eficiente e dentro de todas as normas ambientais vigentes em
nosso país.

Encarroçado sobre o modelo Apache Vip 2 da montadora paulista Caio, o ônibus já
se encontra na garagem central da empresa no bairro da Pitanguinha e pronto
para dar início a seu período de testes. Vale ressaltar que o veículo já passou
por testes em outras empresas no sudeste do país, o qual foi aprovado por
motoristas tendo sua facilidade na operação e robustez elogiadas, são quase 10
anos do último conjunto Caio / Mercedes-Benz desativado na Real Alagoas de
Viação, este que fez sucesso na década de 90.

 
Testes da Real Alagoas de Viação na história

Real Alagoas 461

Testado na década de 90, o modelo Vitória (Também da fabricante Caio) foi um
sucesso posteriormente a este teste. Aproximadamente 35 ônibus foram adquiridos
após o período experimental, este modelo foi montado sob o chassi Mercedes-Benz
OF 1313/51. 

 
Real Alagoas 291

Testado no ano de 2003 este carro fazia parte do protótipo desenvolvedor do
K-94 IB da montadora sueca Scania. Aprovado, foi doado a Real Alagoas que
prontamente adquiriu 5 chassi do referido teste, este integraram a 49x,
posteriormente também comprando dois ônibus equipados com o chassi K-310 IB
(692 e 693).

 
Real Alagoas 1020 / 836

Nunca foi confirmado como carro de testes mas as características da compra
deste carro nunca foram totalmente esclarecidas. Pertenceu a extinta Olidense de Pernambuco e chegou na
empresa com o prefixo 1020, operando linhas urbanas, posteriormente teve o Ar
Condicionado retirado e foi remanejado para o setor metropolitano aonde
ostentou o prefixo 836 até seu último dia na empresa.


O que realmente foi testado isso nunca foi revelado pois tudo nele era
novidade: A carroceria, o chassi e o ar condicionado. Tudo indica que o Ar
Condicionado foi o motivo da compra e do teste, já que posteriormente a empresa
adquiriu 51 ônibus com o aparelho sendo que, destes, 33 vieram com a mesma
carroceria deste modelo (Busscar Urbanuss). 

Se não foi aprovado no passado, no futuro ela teve outra chance. A Volkswagen
juntamente com a Neobus cedeu um modelo para testes, sendo este o último
veículo testado pela empresa. Trata-se de um Neobus Mega 2006 encaroçado sob
chassi Volkswagen 17-230 OD Euro V. O veículo, que veio da parceria entre a
Neobus e a Mandacaru Motors (Concessionária Volkswagen em Caruaru, recentemente
adquirida pelo grupo Borborema) chegou em Agosto de 2012 e abriu as portas para
as marcas. Foram 65 ônibus Volkswagen adquiridos nos últimos dois anos, sendo
que destes, 48 foram montados sobre a carroceria da Neobus, e as demais sobre o
tradicional Marcopolo Torino 2007, além de algumas unidades para o setor
intermunicipal.

Após
seu período de testes, o 1224 foi remanejado para o setor metropolitano aonde
se encontra até hoje ostentando o mesmo prefixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.