‘Teresina City’ pode operar em rotas alternativas para reduzir tráfego no Centro

Fonte: Cidadeverde.com
Foto: Clemilton Rodrigues

A empresa ‘Teresina City’ poderá operar na capital piauiense em linhas alternativas e a ideia inicial, de passagem custando R$ 2,00, não deve ser adotada. Essas foram as primeira decisões tomadas na manhã desta segunda-feira (4) durante reunião na sede da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans). Os ônibus circulariam em rotas específicas com o objetivo de melhorar a fluidez no trânsito especialmente no Centro de Teresina.

Carlos Daniel, superintendente do órgão, destacou que a ideia incial
de que a empresa operasse em trajetos de no máximo 25 km e com passagem a
R$ 2,00 já foi descartada. Isso porque, segundo ele, para atender
devidamente às necessidades da população de Teresina os ônibus terão que
circular em rotas mais longas.
“Vamos ver o que podemos fazer para prestar o serviço de forma
diferenciada, porque precisamos tirar veículos do Centro de Teresina. O
que pensameos é que esses ônibus poderiam trazer as pessoas para o
Centro, reduzindo a quantidade de veículos particulares. Nesses ônibus
as pessoas seguiriam apenas sentados, de forma confortável, com ar
condicionado. Vamos ver quais as rotas, para não interferirem no sistema
já licitado. Aprovadas as rotas, serão redefinidos os valores. Isso
ainda não foi discutido”, declarou.

Uma das sugestões do empresário Ramon Alves, proprietário da R. A.
Viagens, que controla o funcionamento da Timon City e pretende criar a
Teresina City, é que a empresa adote a tarifa do transporte no formato
do bilhete único. Por um valor fixo, o usuário poderá circular quantas
vezes quiser e precisar. 

O prefeito Firmino Filho fez uma
proposta ao empresário, na semana passada, para que circule em Teresina
com passagem custando R$ 2,00. Ramon declarou que iria estudar a
proposta e disse que o valor poderia ser oferecido caso os ônibus
circulassem em trajetos de no máximo 25 km. 

Atualmente, a Timon City opera dentro da cidade de Timon (MA) e transporte 500 passageiros por ônibus, diariamente. Todos os veículos possuem ar condicionado e internet Wi-Fi. A empresa foi autorizada e depois proibida de circular em Teresina, em um curto trajeto, fazendo o transporte de passageiros de Timon ao centro da capital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.