Via Metro Cariri anuncia interrupção do transporte coletivo municipal em Juazeiro do Norte

Por Gazeta do Cariri
Imagens
Rodrigo Fonseca / Divulgação

A Via Metro Cariri, empresa de ônibus que opera rotas urbanas na Região Metropolitana do Cariri, anunciou que deve suspender a circulação de coletivos municipais em Juazeiro do Norte. A empresa informou nesta quinta-feira (29/07), a interrupção gradual de cerca de dez rotas que circulam dentro do município juazeirense, a partir deste sábado (31), mas afirmou que as rotas intermunicipais entre Juazeiro, Crato, Barbalha e Missão Velha permanecem funcionando normalmente.

Em negociações desde o início da gestão do prefeito Glêdson Bezerra (Podemos), a fim de solucionar problemas ocasionados pela pandemia, tais como a redução de funcionários e a necessidade de aumento no valor das passagens, que custando R$ 2,45 a inteira e R$ 1,20 a meia, estão sem reajuste desde 2019. A Via Metro vinha desde então negociando com a prefeitura para que fossem dispostos subsídios por parte do município ou do governo estadual para que continuasse operando. O governador Camilo Santana (PT), inclusive, já havia sinalizado positivamente ao chefe do executivo juazeirense este subsídio.

No entanto, em nota divulgada pela empresa, esta informou que “apesar de todas as garantias contratuais assinadas pela administração pública, o que se viu no decorrer dos anos foi um descaso por parte da prefeitura municipal no cumprimento das suas obrigações, como a aplicação dos ajustes tarifários previstos a ocorrerem anualmente e a fiscalização aos transportes alternativos, sendo estes proibidos de operar concorrencialmente com os ônibus”. A Via Metro informou que, durante a pandemia de Covid-19, houveram diversos agravamentos no setor, como a redução em 60% na quantidade de passageiros pagantes, aumento no preço dos insumos e combustíveis, bem como a necessidade de desligamento de funcionários, o que tem viabilizado o que chamaram de “colapso financeiro” do sistema da empresa.

Conforme disseram no documento, a partir deste sábado (31), inicia-se a redução gradual na operação das linhas municipais, até que sejam cessadas totalmente. A primeira delas será a linha “02 – Centro/Tiradentes”, pois segundo a Via Metro, a linha possui atendimento por transporte alternativo, o que é proibido por lei. A empresa ainda aconselha a todos os usuários do transporte público a não adquirirem créditos eletrônicos futuros para estas rotas, bem como utilizarem estes créditos em passagens no sistema intermunicipal de ônibus.