Grupo JCA e Scania estão otimistas com o início da retomada do segmento de ônibus rodoviário

Por Assessoria de imprensa Scania
Imagens Divulgação

O avanço da vacinação no país, somado ao aumento da procura dos consumidores por viagens domésticas, trouxe como resultado boas expectativas para a Scania e o Grupo JCA, especialista em transporte, logística e mobilidade, que apostam na retomada do setor de transporte rodoviário de passageiros ao longo dos próximos meses. O Grupo JCA espera ter um aumento de 40% em viagens de ônibus no último trimestre deste ano, mantendo a retomada gradual em 2022. As empresas também anunciam uma parceria para uma demonstração com um ônibus movido a gás (natural e/ou biometano), com previsão de início no primeiro semestre de 2022.

Rumo a tomar o caminho do crescimento, após a fase crítica de restrições causadas pela pandemia, o Grupo JCA permanece com o mesmo foco: oferecer para o cliente segurança e a melhor experiência em viagens. Para cumprir esse desafio e de olho nas tendências de mercado, o Grupo investiu na renovação da frota com 271 novos ônibus.

“Mesmo neste período desafiador que estamos vivendo, com tantas incertezas, reforçamos nosso compromisso com os clientes ao investir em novos ônibus em parceria com sólidas empresas como a Scania, que garante chassis com um alto padrão de qualidade e de dirigibilidade na estrada. Adquirimos 159 novos veículos da marca para a operação do transporte rodoviário de passageiros”, explica Gustavo Rodrigues, diretor-presidente do Grupo JCA.

Atualmente, a organização conta com cerca de 2.400 ônibus, divididos entre as operações rodoviárias, de fretamento e de transporte urbano das Viações Cometa, 1001, Catarinense, Rápido Ribeirão, Expresso do Sul, Opção Fretamento & Turismo, SIT Macaé e Macaense, além da BUSLOG, frente logística da organização.

Os mais de 2.400 ônibus do Grupo JCA atendem mais de 60 milhões de clientes de 400 localidades entre as regiões Sul e Sudeste do país. No primeiro semestre de 2021, foram feitas mais de 148 mil viagens considerando apenas o transporte de passageiros e, entre janeiro e setembro deste ano, foram transportadas mais de 9 mil toneladas em encomendas.

Nova frota da Scania

A nova frota conta com uma das mais modernas tecnologias embarcadas de segurança, o sistema ADAS (Advanced Driver Assistance Systems), um investimento inovador e diferenciado, parte do pacote de segurança da Scania, que auxilia o motorista na melhoria da condução e ajuda a prevenir acidentes de trânsito durante a viagem. O sistema ADAS pode acionar a frenagem de emergência avançada, além de medir a distância e a velocidade relativa de qualquer veículo na pista, para intervir e evitar acidentes. Também ajuda o condutor a manter um intervalo de distância constante em relação ao veículo à frente e avisa o motorista quando o ônibus sai de forma involuntária das faixas de rolagem, por meio da vibração da poltrona.

“Para nós é sempre um orgulho participar do profissional processo de compras do Grupo JCA, um dos maiores clientes de ônibus da Scania no mundo. Neste ano, fechamos 159 chassis, quase 60% do negócio total do cliente. Estamos participando ativamente das renovações e ampliações da frota das empresas comprovando a força da nossa parceria, pois nos últimos oito anos já vendemos 837 chassis para o Grupo”, afirma Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Soluções da Scania no Brasil. “O que reforça a importância de mais esta venda é que a JCA escolhe os produtos de forma racional e baseada em resultados financeiros e satisfação dos passageiros. E assim seguimos cumprindo nossas promessas de marca oferecendo rentabilidade, menor custo total operacional, segurança, conforto e disponibilidade em nossos produtos.”

Dos 159 chassis, 115 unidades são do modelo K 360 4×2 e outras 44 do K 440 8×2, equipados, além do ADAS, com freio auxiliar Scania Retarder, o que aumenta ainda mais a segurança. Todos estarão conectados com o pacote Análise para gestão inteligente dos dados gerados nas viagens.

O início da retomada do mercado de ônibus rodoviários anima a Scania e intensifica a parceria com os clientes para o setor ficar mais fortalecido. “Estão voltando as procuras dos clientes para efetivar compras e planejar entregas para o ano que vem. É um processo gradual que deverá permanecer ao longo de 2022. Imaginamos que uma recuperação efetiva do setor ainda leve pelo menos dois anos”, salienta Munhoz. “Em nenhum momento deixamos de estar ao lado dos clientes com o apoio da nossa Rede e das Soluções Financeiras Scania. Admiramos empresas como o Grupo JCA que renovaram as frotas na pandemia e agora saem na frente nesta retomada do mercado com produtos de maior conforto para os passageiros.”

Em relação à demonstração com o ônibus a gás (natural e/ou biometano), o modelo escolhido é o K 320 4×2. Ele vai rodar numa rota rodoviária, a ser definida, pelo estado de São Paulo, com previsão de início no primeiro semestre de 2022. O seu motor é Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) movido 100% a gás natural e/ou biometano, ou mistura de ambos. Não é convertido do diesel para o gás, tem garantia de fábrica, tecnologia confiável e desempenho consistente e força semelhante ao diesel, além de ser mais silencioso. A segurança é total em caso de acidentes ou explosão. Os cilindros e válvulas são certificados pelo Inmetro (em conformidade com a lei). Em caso de incêndio ou batida, o gás é liberado para a atmosfera e se dissolve sem perigo de explosão.

e-bus: unidade do Grupo JCA traz inovação para o setor rodoviário

O Grupo JCA está permanentemente comprometido em trazer soluções ao mercado e tornar as viagens de ônibus cada vez mais atrativas para o cliente. As iniciativas da e-bus, unidade de soluções digitais da organização, fizeram com que 60% das vendas de passagens das empresas da JCA passassem a ser feitas em sites ou aplicativos.

“As marcas tradicionais da JCA, já estabelecidas no mercado, garantem um extraordinário selo de qualidade e segurança e fazem com que a receptividade das novas iniciativas alcance resultados muito superiores aos inicialmente planejados. A e-bus surgiu da vontade do Grupo de implementar uma estratégia digital, que contemplasse especialmente a nova geração de consumidores”, complementa Gustavo.

Por meio da e-bus, já foram implementadas soluções tecnológicas capazes de oferecer um serviço mais prático, ágil e intuitivo para os clientes. A unidade funciona quase como um laboratório: as startups são usadas para testar features ainda pouco exploradas no setor rodoviário brasileiro. “Quando dá certo, implementamos e, muitas vezes, replicamos nas outras empresas mais tradicionais do Grupo. Então conseguimos criar um ecossistema saudável e de sinergia das marcas”.

Uma delas é a wemobi: lançada no segundo semestre de 2020, a plataforma de viagens chegou para oferecer experiência 100% digital e preços acessíveis, sem renunciar à qualidade e segurança. Com uma jornada totalmente online, o passageiro compra o bilhete e usa o QR Code para embarque. Tudo sem contato e com menor custo, com pontos de embarque e desembarque dentro e fora das rodoviárias.

“A wemobi, não só tem tido uma resposta muito positiva do público como também serve de ‘cartaz’ para outras marcas da JCA, pois 80% de seus clientes atuais viajaram pela primeira vez com outras empresas do Grupo após terem tido uma boa experiência com a wemobi”, destaca Gustavo.

Há também a startup Outlet de Passagens, que disponibiliza bilhetes de ônibus a preços promocionais o ano inteiro para vários destinos nas regiões Sudeste e Sul do país para quem tem flexibilidade para viajar. Na plataforma, o cliente escolhe a data e um período de viagem (manhã, tarde ou noite) e, após a finalização da compra, recebe a confirmação da empresa que irá operar a linha, qual o horário exato da saída do ônibus e a poltrona disponibilizada. O conceito de ‘tarifa opaca’ foi introduzido de maneira pioneira pela JCA no país.

Outra iniciativa que teve uma boa recepção do público foi o clube giro, primeiro programa de fidelidade gamificado do setor rodoviário, concebido para funcionar como um jogo que oferece prêmios em virtude da própria interação do usuário. Diferente dos programas de fidelidade tradicionais, no clube giro os prêmios não estão ligados apenas com a realização de viagens, mas sim com toda interação realizada no aplicativo. Os participantes podem realizar diferentes desafios e, ao cumpri-los, recebem medalhas para resgatar recompensas.

Cenário de retomada

A expectativa do Grupo JCA é encerrar o último trimestre deste ano com um aumento de 40% em viagens rodoviárias, alcançando 75% do volume em dezembro – quando comparado com 2019. Para o primeiro semestre de 2022, espera alcançar 90% em relação ao pré-pandemia. Dentro da e-bus, a meta para o próximo ano da wemobi é operar com 300 ônibus na plataforma; já o clube giro espera alcançar 2 milhões de clientes cadastrados no aplicativo. Na frente logística, a BUSLOG prevê um aumento de 30% no transporte de encomendas, enquanto a Opção Fretamento & Turismo estima fazer a gestão de 1.200 ônibus no negócio.

Protocolos de segurança

O momento, porém, ainda exige cuidados contínuos, e por isso os consumidores buscam alternativas seguras para viajar, outro fator que impacta diretamente na demanda por ônibus rodoviários. No Grupo JCA, a higienização de seus veículos é realizada após cada viagem, utilizando produtos focados em eliminar bactérias e vírus, incluindo a vaporização interna para desinfecção de todas as superfícies. Testes de qualidade são aferidos periodicamente para assegurar um ambiente esterilizado e seguro, é disponibilizado álcool gel na entrada dos ônibus, além de ser obrigatório o uso de máscara de proteção durante toda a viagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.