Motoristas de ônibus de João Pessoa paralisam atividades em protesto por melhorias, nesta quinta-feira (3)

Protesto começou por volta das 5h e terminou às 7h. Categoria não aceitou reajuste proposto pela classe patronal.

Motoristas do transporte público de João Pessoa paralisaram as atividades na manhã desta quinta-feira (3). A categoria reivindicava a volta integral de benefícios. A paralisação começou por voltar das 5h terminou às 7h, com os motoristas retornando aos trabalhos.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) informou que não foi notificada sobre o assunto e lamentou os transtornos à população. A secretaria também informou que deve intermediar soluções para garantir a circulação de ônibus na capital.

A paralisação dos motoristas aconteceu em duas garagens de ônibus, localizadas nos bairros José Américo e nas Três Lagoas, e segundo a categoria, cerca de 800 profissionais participaram. Algumas linhas circularam pela cidade durante o movimento.

Na quarta-feira (2), o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros no Município de João Pessoa (Sintur-JP) realizou uma mesa redonda com a classe patronal para debater as demandas pedidas pela categoria e foi oferecido um reajuste de 4% no salário além do aumento no valor do vale alimentação, sendo oferecido um vale de R$ 400 para os motoristas, R$ 200 reais para os ficais e R$ 100 para os demais cargos da categorias.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Motoristas, Ronne Nunes, a categoria reivindica um reajuste no salário, a volta dos benefícios integrais do vale alimentação, para todos os cargos da categoria, reajuste na comissão e carga de trabalho. Ainda sendo o presidente, houve uma redução de R$ 800 no salário dos profissionais e a categoria defende a reposição desta perda e reajuste de pouco mais de 10% para correção pela inflação oficial.

, ,
0compartilhamentos

Inscreva-se na nossa newsletter