Um prefixo, uma história: 1455 da Rio Tinto

Prefixo foi ocupado apenas duas vezes por ônibus do mesmo modelo, porém de gerações diferentes.
IMG 7576 scaled

O prefixo 1455 da Viação Rio Tinto, nos últimos 11 anos, foi ocupado por apenas dois ônibus, do mesmo modelo, Paradiso 1200, porém de gerações diferentes da Marcopolo, um da geração 6 e outro da geração 7.

E as coincidências não param por aí. Ambos possuem o chassi Mercedes-Benz O-500, o primeiro do modelo RS e o segundo do modelo R e ambos foram adquiridos de empresas que fazem parte do Grupo Guanabara, Expresso Guanabara e Util, respectivamente.

No ano de 2011, adquiriu seis Paradiso G6 1200 da Expresso Guanabara, todos montados sobre o chassi O-500 RS da Mercedes-Benz. O que tinha o prefixo 548 passou a ser o 1455 da Rio Tinto, prefixo que a empresa ainda não tinha utilizado.

DSC01863

Mas o primeiro 1455 não durou muito tempo na frota da Rio Tinto. Já no inicio de 2015 ele já era visto na frota da Viação Nordeste de Natal com o prefixo 1480.

O prefixo 1455 voltaria a ser ocupado 9 anos depois com um Paradiso G7 1200 com chassi O-500 R Bluetec 5 que veio da Util junto com outras duas unidades adquiridas.

Na Util, o atual 1455 da Rio Tinto teve três prefixos: 9407. RJ 226.090 e RJ 565.027.

O 1455 e os demais Paradiso que chegaram, o 1451 e 1453, foram os primeiros Paradiso da linha G7 na frota da Rio Tinto. Além disso, marcaram a volta dos veículos com motorização traseira e dos Paradiso na frota da empresa que tem sede na cidade de Bayeux, na região metropolitana de João Pessoa.

, , , ,
0compartilhamentos

Assine nossa newsletter

banner quadrado blog josivandro avelar