Ônibus elétrico Marcopolo Attivi inicia operação de teste em Angra dos Reis

Modelo, equipado com ar-condicionado e internet, tem capacidade para até 80 passageiros e autonomia de 250 km, proporcionando mais acessibilidade e conforto

A eletrificação faz parte da estratégia ESG da Marcopolo e a companhia, que tem olhar direcionado para o futuro da mobilidade, investe continuamente em projetos e parcerias estratégicas com instituições públicas e privadas. Como parte desse trabalho, a empresa, em parceria com a Enel X e Prefeitura Municipal de Angra dos Reis (RJ), iniciou operação assistida com o seu ônibus 100% elétrico Attivi, modelo com chassi próprio, cuja homologação já foi concluída e que já tem programada a produção de 30 unidades ainda esse ano.

Durante 30 dias, o veículo produzido com em sua maior parte com tecnologia nacional, será operado pela concessionária de transporte público municipal em linha existente da empresa. A iniciativa faz parte dos estudos conduzidos para eletrificação de frota do município. A intenção é avaliar como o veículo vai se comportar diante de diferentes características geográficas e outras particularidades existentes na cidade. Em paralelo a esta iniciativa poderão ser avaliadas outras tecnologias de forma a validar tecnicamente o modelo adequado à realidade de Angra dos Reis.

“Há alguns anos, a Marcopolo está envolvida em diferentes ações focadas em veículos movidos a combustíveis de fontes renováveis. Projetos de eletromobilidade vão além do fornecimento dos ônibus, preveem o desenvolvimento de uma solução completa de mobilidade urbana, com plano de serviços, atendimento pós-vendas e peças de reposição, inclusive para o sistema de recarga e manutenção das baterias. Queremos oferecer também ferramentas de telemetria, diagnose remota e gestão da energia de recarregamento, entre outros, com foco na entrega do melhor custo total de propriedade”, comenta João Paulo Ledur, diretor de Estratégia e Transformação Digital da Marcopolo.

Início das operações

Após o período de testes, o município realizará os trâmites necessários para licitar a aquisição dos ônibus, incluindo consultas públicas e audiências públicas. O objetivo é que no primeiro semestre de 2023 os ônibus elétricos comecem a operar de maneira regular em Angra. O projeto inicial engloba 80% da frota do transporte público, mas a intenção é chegar a uma frota 100% elétrica. O ônibus elétrico, equipado com ar-condicionado e internet, tem capacidade para até 80 passageiros e autonomia de 250 km, proporcionando mais acessibilidade e conforto, já que não emite ruídos.

“A Enel X colaborou para a transição energética da frota de cidades relevantes na América Latina, como Santiago e Bogotá. Em Angra não será diferente. Estamos participando desse importante processo que está em curso no município, em busca de se tornar uma cidade inteligente. Eletrificar a frota de ônibus é um passo fundamental nessa jornada, e a Enel X vai empregar toda a sua expertise como líder em mobilidade elétrica na América Latina, trazendo benefícios para toda a sociedade”, destaca Francisco Scroffa, executivo responsável pela Enel X no Brasil.

A Prefeitura de Angra dos Reis também vai revitalizar parte dos pontos de ônibus, que ficarão mais “inteligentes”. Eles terão energia solar, Wi-Fi e painéis com informações sobre as linhas. O município está passando por uma transformação digital, que nos próximos dois anos vai impactar a economia, empregabilidade e sustentabilidade, beneficiando positivamente a vida das pessoas que residem ou visitam o município.

Fonte: Secco Consultoria de Comunicação

, , ,
0compartilhamentos

Inscreva-se na nossa newsletter