A conta da imprudência: MOBI-Rio notifica judicialmente condutor que realizou uma conversão proibida e colidiu com articulado do BRT

Só em 2022, a MOBI-Rio contabilizou cerca de 200 acidentes causados por motoristas infratores que invadem a calha exclusiva do BRT.
Image

Motoristas devem redobrar a atenção, porque a imprudência pode custar mais caro do que apenas uma multa.  A MOBI Rio, empresa que administra o BRT, notificou o condutor do veículo que, no último dia 21 de janeiro, realizou uma conversão proibida nas proximidades da estação Parque Olímpico, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno. O valor do prejuízo é de R$ 6.711,70, incluindo custos com peças e mão-de-obra especializada. 

A empresa contabilizou, só no ano de 2022, cerca de 200 acidentes causados por motoristas infratores que invadem a calha exclusiva do BRT, realizam conversões proibidas ou avançam o sinal. A imprudência não causa só danos materiais para os articulados. Muitas vezes, o carro fica fora de operação por até dois dias, prejudicando cerca de 2 mil passageiros por dia. 


Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.