Renovação do BRT: novos ônibus chegam à Avenida Cesário de Melo, no Corredor Transoeste

Ao todo, vinte veículos do tipo padron vão executar o serviço, o que representa um aumento de 33% na frota da linha 17 (Santa Cruz x Campo Grande)
Image

Os passageiros do BRT que fazem o trajeto Santa Cruz x Campo Grande já podem usar os novos ônibus comprados pela Prefeitura do Rio. Neste domingo (30/4), o prefeito Eduardo Paes, a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio, e a presidente da Mobi-Rio, Claudia Secin, anunciaram o início da operação dos amarelinhos na linha 17, que circula no trecho da Avenida Cesário de Melo, no corredor Transoeste. Ao todo, 20 ônibus do tipo padron (modelos de até 15 metros) vão executar o serviço, o que representa um aumento de 33% na frota dessa linha. As demais linhas do corredor Transoeste receberão a nova frota após o término das obras de reestruturação do pavimento da calha dos articulados.

– Esse trecho estava completamente abandonado, não tinha nenhuma estação de pé. Uma população enorme no corredor da Cesário de Melo sem nenhum tipo de atendimento. Logo no início do governo nós recuperamos as estações. E esse, agora, podemos dizer que é um primeiro gostinho da nova Transoeste com os ônibus novos. Esse foi o primeiro BRT que fizemos, e para mim é uma grande alegria poder voltar a fazer com que o BRT seja usado com conforto pela população da Zona Oeste, que foi a primeira beneficiada pelo BRT e pela mobilidade que significa esse meio de transporte – afirmou Eduardo Paes.

BRT5 1

O trecho da Cesário de Melo é o segundo do corredor Transoeste a dispor dos novos ônibus do BRT – o outro foi o Lote Zero (trecho entre Jardim Oceânico e Alvorada), que recebeu veículos da frota em janeiro deste ano. Os corredores Transolímpica e Transcarioca já operam 100% com novos ônibus.

– Ônibus novo é sempre uma boa notícia, trazendo mais qualidade e segurança para a população. Ficamos muito felizes porque sabemos que quando o usuário entra num ônibus novo ele sente na hora que a qualidade do serviço aumentou – disse Maína Celidonio.

A Avenida Cesário de Melo tem 20 estações e um terminal, todos reformados. Com os novos ônibus, os intervalos da linha 17 serão reduzidos 40% no horário de pico (de 10 para 6 minutos).

IMG 1062BRT 1

– A Cesário de Melo é um corredor emblemático para a Prefeitura porque ele parou de funcionar em 2018, estava totalmente abandonado, com muitas estações incendiadas e vandalizadas. A Prefeitura devolveu esse serviço para a população em outubro de 2021, e hoje estamos colocando a frota nova para rodar aqui, com um aumento de 15 para 20 ônibus, melhorando o serviço no novo padrão dos amarelinhos – declarou Claudia Secin.

Recuperação da calha na Transoeste avança

A Secretaria de Infraestrutura deu início à revitalização do sistema do BRT Transoeste com a obra de substituição do pavimento e recuperação da base do corredor, em julho de 2022. Desde então, o serviço vem sendo executado pela secretaria ao longo de 31 quilômetros, em dois trechos: do Terminal Alvorada, na Barra da Tijuca, até o túnel Vice-Presidente José Alencar, na Grota Funda, e do túnel em direção ao futuro Terminal Pingo D’Água, em Guaratiba.

No momento, estão sendo realizados serviços de pavimento rígido entre as estações Magarça e Pingo D’Água, e Ilha de Guaratiba e CTEx, que também recebe a instalação de segregadores de sinalização. Outro trecho que está ganhando pavimento rígido é o Riomar-Interlagos, na altura do Campo Olímpico de Golfe, no Recreio dos Bandeirantes. O retorno da Benvindo de Novaes, na Avenida das Américas, passa por melhorias que vão desafogar o trânsito em uma das vias mais movimentadas da Zona Oeste.

Os investimentos ultrapassam R$ 221 milhões, e a previsão é que os serviços das novas pistas sejam concluídos até o fim de 2023.

BRT 4

– Estamos entregando os ônibus novos, os amarelinhos, como a população está chamando. É a primeira leva, teremos mais quando a obra da calha do BRT ficar pronta. Temos também as obras dos novos terminais, com banheiros, acessibilidade, com tudo de melhor para o conforto da população. E aí os moradores da Zona Oeste vão ver um novo BRT e uma nova Transoeste – disse o subprefeito da Zona Oeste, Diogo Borba.

Novos terminais do BRT Transoeste

Dentro da proposta de requalificação do Sistema BRT, quatro estações do corredor Transoeste serão transformadas em terminais: Mato Alto, Pingo D´Água, Curral Falso e Santa Cruz; e uma será ampliada: Magarça. O objetivo é proporcionar mais conforto e segurança aos passageiros que viajam diariamente de BRT pela Zona Oeste. Os investimentos ultrapassam R$ 180 milhões.

As obras preveem, além da expansão das antigas estações, a criação de passarelas de acesso às novas estruturas e aos terminais alimentadores, que farão a integração entre ônibus e vans com vias importantes, como a Estrada de Sepetiba e a Avenida Cesário de Melo. Além disso, os projetos incluem melhorias viárias e de drenagem, que aumentarão a capacidade de escoamento de água e de combate a enchentes em dias de grande volume de chuva.

Nas estações Mato Alto, Magarça e Pingo D´Água, os canteiros já foram mobilizados e as obras já começaram.

Melhorias nos outros corredores

Com a chegada dos novos articulados comprados pela Prefeitura, os cariocas já sentem as melhorias significativas no sistema BRT. Os corredores que operam com os novos ônibus já começam a receber mais passageiros.

No corredor Transcarioca, os intervalos das linhas diminuíram cerca de 54%. Com mais articulados rodando e menos tempo de espera nas estações, a Mobi-Rio registrou também um aumento no número de passageiros transportados. Antes da chegada da nova frota, a demanda de passageiros diária era de 80 mil. Agora, a empresa registra 100 mil, um aumento de 25%.

O corredor Transolímpica, que recebeu os novos ônibus em dezembro do ano passado, também apresenta melhorias nos serviços oferecidos, com diminuição média de 40% no tempo de intervalo das linhas. O número de passageiros aumentou 36% (de 28 mil para 38 mil).

No Lote Zero, o tempo de espera no horário de pico foi reduzido em 75% (de 12 para 3 minutos). 

Os articulados, antigos azuis que operavam nos corredores Transcarioca, Transolímpica e no Lote Zero, foram remanejados para o trecho entre Santa Cruz e o Terminal Alvorada, do corredor Transoeste, que passa por obras de requalificação na pista. Hoje, são 120 articulados atendendo esta região. O corredor conta também 101 ônibus convencionais das linhas eventuais, os “diretões” (Santa Cruz x Alvorada; Pingo D’Água x Alvorada; Mato Alto x Alvorada; e Magarça x Alvorada). Em virtude do aumento de veículos, os intervalos reduziram em média 56%.

Requalificação do Sistema BRT

No final de 2016, havia cerca de 400 articulados circulando nos três corredores: Transcarioca, Transolímpica e Transoeste. No início da atual gestão, em março de 2021, apenas 120 estavam em condições de rodar, sendo que a maioria em estado extremamente precário.

Em março de 2021, o município fez a intervenção no sistema e iniciou a implementação de medidas para a melhoria da qualidade do serviço prestado à população. Houve aumento da oferta de articulados e foram criadas linhas eventuais, batizadas de “Diretão”.

A Prefeitura do Rio comprou no ano passado 561 novos ônibus para requalificação do Sistema BRT. Destes, 291 veículos já foram entregues.

A partir de novembro deste ano, até março de 2024, a cidade receberá os outros 270 articulados comprados para atendimento aos corredores Transbrasil e Transoeste – atualmente em obras. A previsão é que o Sistema BRT opere plenamente com seus quatro corredores e com 100% dos ônibus novos no início do próximo ano.

O sistema, que transportava 150 mil passageiros antes da Intervenção, em março de 2021, agora já alcançou a marca de 310 mil passageiros por dia.

89% das estações do sistema BRT já foram reformadas

A Prefeitura, por meio da Mobi-Rio, já reformou 111 das 125 estações do sistema BRT. Entre as melhorias realizadas estão substituição de painéis e portas de vidro por chapas de aço vazadas; fiação embutida e mecanismos das portas blindados; alarmes luminosos e sonoros das portas, indicando a abertura e o fechamento, e trava automática das portas.  Entre os serviços executados estão ainda pinturas interna e externa, novas instalações elétricas e programação visual e reforço na iluminação.

Crédito das imagens: Marcelo Piu/Prefeitura do Rio
Foto área: Rafael Catarcione/Prefeitura do Rio

, , , ,

Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.

Assine nossa newsletter

familia guanabara