Corredores de ônibus já apresentam resultados positivos na mobilidade urbana de Aracaju (SE)

O corredor exclusivo para ônibus entrou em operação no último dia 11 e já vem apresentando melhorias para a cidade.
Image

De acordo com dados divulgados pela Prefeitura de Aracaju nesta segunda-feira (28) e coletados pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – Setransp, com as vias exclusivas para os veículos do transporte coletivo os passageiros reduzem em cerca de 15 minutos o período de permanência nos ônibus em cada viagem. Após o período de familiarização com esse sistema de trânsito que prioriza a coletividade, a expectativa é de que essa economia de tempo para os usuários do transporte público seja ainda maior.

Somente no corredor da Hermes Fontes, seis linhas de ônibus operam diariamente, transportando milhares de pessoas de um lado a outro da cidade. Como o sistema de transporte público de Aracaju funciona de forma integrativa, os novos corredores de ônibus se tornam um benefício para todos e alcança, de forma direta ou indireta, 120 mil passageiros todos os dias. 

“Os corredores de mobilidade foram desenvolvidos para dar mais agilidade ao transporte coletivo, reduzindo o tempo de viagem dos ônibus, proporcionando assim mais comodidade aos usuários do sistema. A Prefeitura de Aracaju vem investindo na mobilidade da capital, em especial no sistema de transporte coletivo, com as reformas dos terminais de integração e a criação dos corredores, tornando o transporte mais rápido e atrativo”.

Renato Telles, superintendente da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito.

Outros dados do Setransp endossam a necessidade dos corredores para garantir agilidade para o transporte público, que comporta mais pessoas e ocupa menos espaço no trânsito. Segundo a presidente do sindicato, Raissa Cruz, do total de pessoas que utilizam algum meio de transporte para se deslocar na cidade, 70% fazem uso do transporte coletivo. Desse total, 50% utilizam os ônibus como forma de chegar ao local de trabalho.

“Aqueles que utilizam os ônibus, que estão optando pela coletividade, estão beneficiando a mobilidade urbana como um todo. É uma projeção que pode parecer não ter um efeito direto agora, para aqueles que utilizam o transporte individual, mas vai ser muito significativa mais a frente. Aqueles que estão ali se deslocando em um ônibus que vá ocupar o menor espaço nas vias e transportar um maior volume de pessoas, vai desafogar o trânsito. Estamos falando de um sistema responsável por transportar a grande maioria da população, sendo grande parte deles trabalhadores. Agora, eles podem contar com uma maior agilidade para chegar ao seu destino final, ocupando menos tempo no trânsito, poupando tempo para usufruir da própria vida, que reflete diretamente na qualidade de vida”, explica.

Raissa Cruz, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju.

Ainda de acordo com Raissa, com o funcionamento desses corredores já é possível observar um impacto na agilidade do transporte, e o novo sistema, ressalta ela, tem proporcionado tanto viagens mais rápidas, como também mais eficiência, com paradas nos pontos de ônibus dentro do horário previsto ao longo do trajeto entre um terminal e outro, por exemplo.

Além do que os números apontam, quem utiliza esse meio de transporte e pode contar hoje com um corredor exclusivo reconhece a importância dessa mudança para a grande maioria da população. Não somente o usuário passa a enxergar melhorias no sistema, mas também aqueles que trabalham diretamente nele, como o coordenador de transporte da empresa Atalaia, Antônio de Gois.

“Isso significa que as pessoas estão tendo maior previsibilidade, saindo das suas casas em um horário estimado e sabendo que naquele horário o ônibus vai chegar e, principalmente, tendo uma maior agilidade para chegar ao seu destino final”.

Raissa Cruz, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju.

Para a população, essa novidade foi muito boa, porque com essa dinâmica dos corredores exclusivos os ônibus podem circular com mais fluidez, deixando de perder tempo no trânsito. Para as pessoas que precisam deles para irem até o local de trabalho e, principalmente à tarde, quando estão cansadas e voltando para casa, elas chegam bem mais rápido, não ficando presas em engarrafamentos. Essa mudança facilita até no trabalho do dia a dia do próprio condutor, porque evita colisões e outros problemas no congestionamento

Para o trabalhador que utiliza diariamente o transporte coletivo, a redução no tempo de viagem é um dos principais benefícios observados com a mudança no trânsito que prioriza a circulação dos ônibus. Se antes era preciso sair de casa mais cedo para chegar pontualmente ao local de trabalho, hoje a realidade é outra, como relata Daniel Caetano Silva, usuários do transporte coletivo.

“A mobilidade ficou mais ágil no trânsito, pois a movimentação dos ônibus ficou mais fácil, tudo mais livre e rápido.  Eu vou para o trabalho todos os dias e passo pelo corredor do Augusto Franco, e posso dizer que essa via exclusiva reduziu meu percurso em 20 minutos, o que, para mim, ajuda bastante. Eu saía de casa umas 5h30, agora eu posso sair tranquilamente às 6h”, destaca.

Raissa Cruz, presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju.

Imagens: Michel de Oliviera e Divulgação/PMA

, , , , , , , , , , ,

Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.

Assine nossa newsletter