Emirates expande nova geração de pilotos

Academia de formação de pilotos da empresa está promovendo a integração de três novas aeronaves Diamond ao seu programa de treinamento.
Image

O grupo atual tem 290 pilotos de 23 nacionalidades, incluindo 27 mulheres, com mais de 120 graduados que agora são pilotos em tempo integral da Emirates. Todos esses sonhadores e iniciantes ambiciosos são cadetes da Emirates Flight Training Academy (EFTA), que representam a nova geração de pilotos do futuro da aviação.

A EFTA começou com foco em cadetes nacionais para a Emirates, mas agora oferece treinamento de classe mundial para cadetes de todo o mundo. Além do sucesso impressionante dos graduados no programa, que foram todos contratados pela Emirates após um rigoroso processo de recrutamento, a academia está promovendo a integração de três novas aeronaves Diamond ao seu programa de treinamento.

unnamed 49

Embora a maioria sejam estudantes recém-formados no ensino médio, a idade dos cadetes varia de 17 a 26 anos. Na verdade, um tripulante de cabine da Emirates é agora cadete na EFTA, tendo cumprido os rigorosos critérios de elegibilidade da academia.

O Capitão Abdulla Al Hammadi, vice-presidente da divisão Emirates Flight Training Academy, disse: “A EFTA está totalmente focada em estabelecer um fluxo seguro de pilotos para a indústria da aviação, que tem enfrentado escassez no curto e no longo prazo, e fornecer aos aspirantes a cadetes uma academia visionária localizada em uma cidade icônica e uma das mais seguras, que também é um dos maiores hubs da aviação do planeta. Oferecemos um dos programas de treinamento de cadetes mais sofisticados, ministrados por mais de 50 instrutores altamente qualificados, e que seguem os padrões e governança excepcionais estabelecidos pela Emirates, a maior companhia aérea internacional do mundo. É inspirador ver o companheirismo e a colaboração entre nossos cadetes enquanto se preparam para o mundo real adquirindo os mais altos níveis de habilidades e competências exigidas para que se tornem pilotos comerciais.”

Os cadetes da EFTA também voam na aeronave bimotor de pistão leve Diamond DA42-VI, que introduziu com sucesso o treinamento com aeronave multimotor de pistão na academia. Com isso, os cadetes treinam em três tipos diferentes de aeronaves – jatos leves monomotores, bimotores e multimotores. Isto é uma raridade entre as academias de treinamento de voo que geralmente treinam cadetes em apenas um ou dois tipos de aeronaves.

unnamed 51

No Dubai Airshow, a EFTA apresentará suas aeronaves Diamond DA42-VI e Cirrus SR22 com instrutores que vão compartilhar informações sobre a frota e o programa de treinamento de cadetes da EFTA.

Há um maior interesse nas carreiras na cabine de aeronaves após a pandemia, com uma nova onda de popularidade observada recentemente. Os salários aumentaram, as companhias aéreas estão aprimorando os planos de carreira e expandindo em um ritmo fenomenal, as aeronaves estão mais sofisticadas, a demanda por viagens está crescendo – tudo isto e muito mais aumentaram o interesse pelas carreiras na aviação. De acordo com a última pesquisa da Oliver Wyman, a diferença entre a oferta e a demanda por pilotos é de cerca de 17 mil e aumentará para 24 mil em 2026.

A Emirates lançou a EFTA em 2017 para treinar cidadãos dos Emirados Árabes Unidos e estudantes internacionais sem nenhum conhecimento prévio de voo. Todos os graduados têm a oportunidade única de passar pelo processo de recrutamento da Emirates.

A EFTA combina tecnologias de aprendizagem de ponta e uma frota moderna de 29 aeronaves de treinamento – 22 aeronaves monomotor de pistão Cirrus SR22 G6, 4 jatos muito leves Embraer Phenom 100EV e 3 aeronaves bimotor de pistão leve Diamond DA42-VI.

As instalações de última geração da EFTA ocupam uma área de 12,5 milhões de pés quadrados (1,2 milhão de m²), que equivalem a 200 campos de futebol. A EFTA oferece 36 salas de aula modernas, 6 simuladores de voo full motion, uma torre de controle de tráfego aéreo independente e uma pista dedicada de 1.800 metros. Os cadetes moram no campus em estúdios individuais totalmente mobiliados, com uma variedade invejável de instalações recreativas, atividades sociais e restaurantes de alto nível.

Ensino no solo (52 semanas): Todas as 36 salas de aula possuem duas telas de toque de 86” que estão equipadas com o software de treinamento personalizado criado especificamente para a EFTA. Os cadetes passam por pelo menos 1.100 horas de treinamento no solo e acessam o material usando seus próprios dispositivos, que são interconectados digitalmente, criando um ambiente de treinamento interativo.

Fase de voo (52 semanas, 272 horas): Os cadetes treinam em simuladores e nos três tipos de aeronaves de treinamento.

unnamed 52

Veja abaixo o depoimento de dois graduados da EFTA, atualmente pilotos-cadetes da Emirates:

Thomas Saunders, piloto-cadete da Emirates, cidadão australiano

“Desde muito jovem, sou fascinado pela forma como estas grandes máquinas conseguem permanecer no céu, e isso levou-me à carreira mais incrível. A Emirates Flight Training Academy é uma excelente forma de trabalhar na melhor companhia aérea do mundo. Eu também senti que uma companhia aérea de padrões tão elevados e que se importa com a qualidade forneceria naturalmente o melhor treinamento e orientação do setor da aviação. E meus instintos estavam certos.

“Nossa comunidade de cadetes na EFTA é muito unida e colaborativa. O treinamento mostra o que temos de melhor e nos coloca no caminho para uma carreira longa, fascinante e bem-sucedida. As instalações e infraestrutura são absolutamente maravilhosas, oferecendo todos os recursos necessários.

“Meu primeiro voo foi a sensação mais surreal. Era só eu no controle, a natureza ao redor, a incrível paisagem de Dubai abaixo de mim – era algo que eu apenas sonhava. Aconselho os aspirantes a cadetes que pensam em seguir carreira na aviação que se mantenham firmes nessa ideia e aproveitem a turbulência e as reviravoltas pois a experiência constrói o caráter, e o resultado é muito melhor do que você pode imaginar!”

Jordan Engeler, piloto-cadete da Emirates, cidadão australiano

Sempre tive um grande fascínio pela indústria da aviação e pela sensação de liberdade que ela oferece. A ideia de estar no controle de uma aeronave sofisticada, navegar pelos céus e vivenciar o mundo de uma perspectiva única foi incrivelmente atraente para mim.

Instalações de treinamento de classe mundial, instrutores experientes e solidários e uma comunidade diversificada e inclusiva foram as três coisas principais que adorei na EFTA. A Emirates é reconhecida pelo seu compromisso excepcional com a segurança, inovação e excelência na indústria da aviação. A EFTA tem os mesmos valores e oferece um programa de formação de classe mundial que se alinha perfeitamente às minhas aspirações de me tornar um piloto altamente qualificado. As instalações de última geração da EFTA, a frota de aeronaves modernas e os instrutores experientes fizeram da EFTA o ambiente ideal para aprender e prosperar.

A sensação do meu primeiro voo solo foi extremamente emocionante. À medida que eu acelerava na pista, havia uma mistura de nervosismo e excitação, mas quando as rodas saíram do chão foi como um sonho que se tornou realidade. Eu senti a aeronave respondendo aos meus comandos, e o fato de saber que eu era o único responsável por aquele voo foi um sentimento forte e inspirador.

Para saber mais sobre a EFTA, clique aqui.