Marcopolo anuncia investimento na produção de frota de ônibus 100% elétricos em São Mateus

No final deste ano, a Marcopolo chega ao número de 130 unidades produzidas do Attivi Integral, com demonstrações do veículo em diferentes cidades do Brasil, como Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), ...
Image

Em sintonia com as pautas de sustentabilidade defendidas pelo Governo do Estado, a Marcopolo, empresa especializada na fabricação de carrocerias de ônibus e no desenvolvimento de soluções de mobilidade, anunciou nesta quarta-feira (06) o investimento da ordem de R$ 50 milhões para a produção de ônibus elétricos em São Mateus.

No município, a empresa vai produzir o Attivi Integral, primeiro ônibus da companhia com carroceria e chassi próprios e 100% elétrico. A informação foi divulgada durante reunião no Palácio Anchieta com o governador do Estado, Renato Casagrande. Participaram o vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço; o secretário de Estado de Mobilidade e Infraestrutura, Fábio Damasceno; e o CEO da empresa, André Armaganijan.

06122023 Marcopolo investimento Sao Mateus 1
Renato Casagrande, governador do estado do Espírito Santo,
recebe maquete do ônibus elétrico Marcopolo Attivi de André Armaganizan, CEO da companhia

Em São Mateus, a empresa conta com dois mil colaboradores e, com o início da produção de veículos elétricos, a companhia deve ampliar o quadro de funcionários em até 20%. O modelo Attivi Integral, que será fabricado no Estado, é totalmente elétrico e terá capacidade para 80 passageiros, autonomia de até 280 quilômetros e tempo de carga de até quatro horas. Atualmente, a Marcopolo produz uma média de 16 veículos por dia em São Mateus. Com a produção do Attivi na unidade, a companhia terá capacidade para fabricar 26 veículos por dia.

“Essa expansão da Marcopolo é fundamental para que possamos gerar mais emprego e renda aos capixabas. O Governo do Estado vai iniciar a compra de 50 novos veículos elétricos para que possamos começar nossa transição energética. Durante a COP-28, anunciamos a troca dos combustíveis fósseis da nossa frota de veículos leves para biocombustível e vamos iniciar a troca da frota do Sistema Transcol para elétricos”, afirmou o governador.

Casagrande lembrou que a atual frota do Transcol já conta com quatro ônibus elétricos, que passaram pela fase de testes e o uso foi aprovado pelos usuários. “Agora vamos dar o pontapé inicial com a aquisição de 50 novos veículos. O início é sempre mais difícil, pois temos que fazer toda a parte de suporte, como a instalação de bases de carregamento. Os passos seguintes já seguem a mesma modelagem. Então, este anúncio da Marcopolo vai de encontro com o que anunciamos na Conferência do Clima, que é atingir as metas de neutralidade de emissões até 2050”, completou.

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento reforça que o anúncio é a consolidação do projeto da empresa no Espírito Santo. “A Marcopolo é uma empresa brasileira, gaúcha, mas que se tornou capixaba e vai crescer ainda mais. Na primeira fase, a multinacional se comprometeu a investir R$ 60 milhões e gerar 1.100 oportunidades de emprego. Com o tempo, isso foi muito além e hoje consolida R$ 350 milhões em investimentos em nosso Estado e quase dois mil empregos em território capixaba, operando com qualificação, capital humano, treinando os trabalhadores com competência e experiência”, destacou.

Ricardo Ferraço prosseguiu: “O capixaba é talentoso para produzir café, aço, celulose, cacau e chocolate. Agora vai produzir ônibus elétrico com alta tecnologia. Nossa expectativa é de que esses ônibus sejam entregues em setembro de 2024. Serão cerca de 400 novos postos de trabalho. Trabalhamos com incentivos que estimulam empreendimentos e novos negócios. O investimento atesta o bom ambiente de negócios que temos. A certeza, segurança, confiabilidade e transparência fez com que a empresa buscasse ampliar seu projeto no Espírito Santo.”

“O Attivi Integral é um veículo desenvolvido totalmente no Brasil e que faz frente ao desafio global em prol da descarbonização dos sistemas de transporte de passageiros. A fabricação do veículo no Espírito Santo nos permite atender à crescente demanda do mercado nacional por veículos elétricos. Decidimos expandir a nossa produção no Estado por ser uma fábrica em uma localização estratégica, que nos permite atender empresas de todo o país e companhias internacionais”, pontuou o CEO da Marcopolo, André Armaganijan.

A instalação da nova linha de produção reforça o compromisso da companhia com a descarbonização dos sistemas de transportes de passageiros, que investe ativamente no desenvolvimento de produtos e de componentes para a produção de veículos mais sustentáveis. No final deste ano, a Marcopolo chega ao número de 130 unidades produzidas do Attivi Integral, com demonstrações do veículo em diferentes cidades do Brasil, como Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Goiânia (GO), Salvador (BA) e Angra dos Reis (RJ).

06122023 Marcopolo investimento Sao Mateus 3

Na estratégia de descarbonização da companhia, já são cerca de 700 ônibus elétricos e híbridos, desenvolvidos com chassis de parceiros, que circulam em diversos países, como Colômbia, Chile, Argentina e Austrália, além do Brasil. A operação da Marcopolo em São Mateus está em uma localização estratégica, com fácil conexão aos demais estados do país e até mesmo de portos, que permite atender o mercado brasileiro como um todo e, de acordo com a demanda, o mercado internacional também.

Imagens: Divulgação Marcopolo

, , ,

Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.