Embraer atinge a marca de 1.600 unidades entregues do avião agrícola Ipanema

Em 2023 foram entregues 65 novas aeronaves, um aumento de 18% em relação ao ano anterior; expectativa é manter ritmo de crescimento em 2024.
Image

A divisão de aviação agrícola da Embraer entregou 65 aeronaves Ipanema em 2023, uma alta de 18% em comparação com o ano anterior. Com isso, no mês de dezembro, a companhia atingiu a marca histórica de 1.600 unidades produzidas e entregues ao longo das cinco décadas de produção ininterrupta da aeronave.

Desde o lançamento da nova versão do modelo EMB-203 em 2020, a empresa tem registrado crescimento contínuo nas vendas e planeja aumentar a produção para 70 aeronaves este ano.     

“O agronegócio tem um significativo impacto positivo para Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e estamos muito satisfeitos em ver como o Ipanema tem contribuído para a alta produtividade, eficiência e sustentabilidade do setor”.

Sany Onofre, gerente do Programa Ipanema da Embraer. 

Líder do mercado nacional de pulverização aérea, o Ipanema apresenta inovações e aprimoramentos que elevam a robustez a um baixo custo operacional e de emissões de carbono. O Ipanema é o único avião agrícola certificado e produzido em série para voar a etanol, uma fonte de energia renovável e que proporciona aumento de potência do motor da aeronave.

Imagens: Divulgação/Embraer

, , , , , , , , , , , , , , , ,

Receba os posts do site em seu e-mail!

Quando uma matéria for publicada, você fica sabendo na hora.