Itapemirim divulga nota sobre petição que solicita “decretação de falência” da empresa

Na tarde desta quinta-feira, 02/12, surgiu em redes sociais uma postagem que com uma possível decretação de falência da Viação Itapemirim, que se encontra em recuperação judicial desde março de 2016.

No documento divulgado nas redes sociais, consta uma petição pedindo a falência da Itapemirim pelo descumprimento do plano de recuperação judicial da empresa.

A petição cita o nome de cinco credores que não receberam nenhum valor da empresa e ainda diz que os credores “vivem questionando como é possível uma empresa em recuperação judicial não pagar nem as parcelas que deve e o seu suposto acionista majoritário viva passeando pelo mundo, criando empresa aérea, etc..”

Ainda de acordo com a petição, datada de 1º de dezembro de 2021, o advogado Vicente Borges da Silva Neto, da Borges Neto, Advogados Associados, pede a decretação da falência da Itapemirim e de todas as empresas que compôem o Grupo Itapemirim.

Veja a petição na íntegra:

O que diz o Grupo Itapemirim?

Diante da polêmica, o Grupo Itapemirim enviou uma nota ao Ônibus & Transporte sobre o ocorrido.

O Grupo Itapemirim informa que trata-se de um pedido sem fundamento jurídico, que ainda será analisado pela Justiça. O Grupo Itapemirim avalia que é mais um caso que tenta desestabilizar o processo de recuperação judicial, como em outras situações que já foram negadas pela Justiça, haja vista que esse procedimento é absolutamente normal em um processo de recuperação judicial. O Grupo Itapemirim reafirma que cumpre rigorosamente todas as cláusulas do plano e, inclusive, já solicitou o encerramento da recuperação judicial em 24 de maio, aguarda decisão da Justiça e segue com suas operações normalmente.